ESTUDANTES DE ARIQUEMES JÁ CONTAM COM ATENDIMENTO À MEIA PASSAGEM

O vale transporte dar outros direitos e a outras vantagens asseguradas em Lei específica, como o acesso pela metade do preço de ingressos a shows, cinema, teatro, campeonatos e olimpíadas realizadas pela Federação Internacional de Futebol [FIFA] e entidades regionais.
Segunda-Feira, 13 de Fevereiro de 2017 - 11:26

Porto Velho, Rondônia - Já nesta segunda-feira [13], estudantes  de Ariquemes e região passam a ser atendidos com maior rapidez, comodidade e segurança na hora de tirar a carteirinha para a concessão da meia-passagem.

O vale transporte dar outros direitos e a outras vantagens asseguradas em Lei específica, como o acesso pela metade do preço de ingressos a shows, cinema, teatro, campeonatos e olimpíadas realizadas pela Federação Internacional de Futebol [FIFA] e entidades regionais.

A medida, segundo dirigentes da União Rondoniense de Estudantes Secundaristas [URES] e União Municipal de Estudantes [UMES], foi tomada por causa da existência de entidades fantasmas que vinham emitindo carteiras, dentro e fora das escolas do interior e da Capital.

Por conta dessa situação, a Vice-Presidente da URES, em Ariquemes - a 200 quilômetros da Capital portovelhense - a líder estudantil Nicole Kimberlly de Araújo Gomes, 18, será a responsável pela instalação e funcionamento pelo atendimento na loja Premium Photo Studio, localizada no Setor Comercial, a poucos passos da rede bancária local.

Segundo dirigentes da URES e UMES, respectivamente, 'em Ariquemes, estudantes vinham sendo lesados, pagando caro e não recebiam as carteirinhas'.  Os casos  de falsificações, agora, serão tratados pelas Promotorias Públicas nos municípios e região de cada representação a serem instaladas.

Nicole recebeu todas as informações sobre o novo de emissão das carteirinhas, foi treinada e passou por estudos sobre os Termos de Pactuação e Ajustes entre o SIM [Sistema Integrado Municipal], Prefeituras, o Estado e às entidades representativas do movimento estudantil.

Em Ariquemes e na Capital - nos guichês 'TUDO AQUI' - de acordo com dirigentes da URES e UMES, respectivamente, os estudantes devem estar munidos de documentos pessoais [RG e CPF]. Além do  comprovante de matrícula na escola de origem na hora da emissão da carteirinha, sem os quais não terão acesso a carteirinha padrão 2017.

O segundo passo - no caso ainda da Capital portovelhense - tirada a carteirinha no novo padrão oficial, os usuários devem comparecer aos postos de serviço do consórcio SIM onde obterão a validação do documento que dará direito à renovação dos créditos nas operações de uso do cartão digital [na catraca] e durante o processo de integração no tempo de até 90 minutos entre um ônibus a outro durante o trajeto até à escola e vice e versa.

REPRESENTAÇÕES NO INTERIOR - Nicole Kimberlly é a primeira líder estudantil do interior a buscar e a fortalecer a luta dos estudantes por direitos à meia-passagem e a outras garantias previstas em Lei. Segundo dirigentes das centrais da URES e UMES, 'a preocupação é garantir que esses direitos sejam dados aos que, realmente, estudam e freqüentam estão em salas de aulas, presencialmente'.

Fonte - NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.