GOVERNADOR DENUNCIA AO MINISTRO DO MEIO AMBIENTE INVASÃO AO PARQUE PACAÁS NOVOS EM CAMPO NOVO DE RONDÔNIA

O parque Pacaás Novos possui área de 708 mil hectares e foi criado em 21 de Setembro de 1979.
Sexta-Feira, 20 de Janeiro de 2017 - 10:07

Em sua viagem a Brasília na quarta-feira (18), o governador Confúcio Moura encaminhou denúncia ao ministro do Meio Ambiente (MMA), José Sarney Filho, de invasões ao Parque Nacional Pacaás Novos em Campo Novo de Rondônia e à reserva indígena Uru-Eu-Wau-Wau. O parque Pacaás Novos possui área de 708 mil hectares e foi criado em 21 de Setembro de 1979.

No encontro, foram requeridas pelo governador medidas e providências urgentes que interrompam ações criminosas no local. Confúcio Moura entregou ao ministro documentos com registros de maquinários pesados abrindo clareiras na floresta.

Nos dados estaduais, o parque mantinha-se até 2015 como uma das poucas áreas protegidas ainda totalmente preservadas. porem, a partir de dezembro daquele ano surgiram lideranças na região que disseminaram a informação de que áreas de florestas pertencentes à União poderiam ser loteadas, e que no futuro seriam legalizadas.

A denúncia ainda cita que entre os invasores estão garimpeiros, ex-garimpeiros e pessoas que se autodenominam “sem terras”. Também são descritos indícios de que grandes comerciantes e fazendeiros locais fomentam invasões fornecendo cestas básicas e pagando diárias a pessoas de baixa renda que executam os trabalhos de desmatamento e demarcação de lotes.

O governador ressaltou que o Parque de Pacaás em Campo Novo deve ser um patrimônio da humanidade. “Tanta beleza que tem lá, espécies raríssimas , inclusive aves que só tem lá. Não é de Rondônia. É do mundo”, afirmou Confúcio.

O ministro demonstrou-se bastante preocupado com o fato, e pediu a presença na reunião do presidente do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), Ricardo Soavinski, e sua equipe técnica. “Vejo que o governador se preocupa com a preservação e sustentabilidade. Que a gente possa dar um destino adequado a nossas florestas para continuar prestando serviço ambiental, ao mesmo tempo que ajude a diminuir a combater a pobreza”, frisou.

O ministro ainda declarou que vai encaminhar  a equipe técnica do órgão para iniciar ações com o objetivo de solucionar o caso e agendou para dia 9 de fevereiro uma vista ao Estado de Rondônia para tratar especificamente sobre desmatamento. Além do ministro.

Também participaram da reunião, a superintendente de Integração do Estado de Rondônia em Brasília, Elizete Lionel; os chefes de gabinete do MMA, Carlos Henrique de Souza Pereira e Diva Carvalho, além do secretário do MMA, Edson Duarte.

 

Texto: Alex Nunes
Fotos: Alex Nunes

Fonte - 010 - SECOM/GOV-RO

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.