CONHECIMENTO ECONOMÉTRICO [SÉRIE – CDXXXIX]

O Conhecimento Econométrico é o estudo quantitativo das variáveis econômicas.
Sábado, 24 de Dezembro de 2016 - 08:13

A econometria permite que a ciência econômica possa compreender as forças que são deslocadas em microdimensão e macrodimensão de uma economia.

A microdimensão, é chamada de microeconomia que se preocupa com as componentes internas da área econômica; enquanto a macrodimensão, denominada de macroeconomia com as relações que permitem ver as forças em sentido dinâmico globais de um mercado.

Os Fenômenos Econométricos trabalham com a demanda, oferta, procura, custo, Produto Interno, inflação, precificação, parametrização segundo tipos de mercados, produto agregado, prospecção de mercado, flutuações da moeda (câmbio), elasticidade, produção, consumo, base monetária, investimentos, capital social, lucro e prejuízo, bolsa de valores, commodities, índices, deflação, multiplicador monetário, aquisição de papeis públicos, modelos de comportamento econômico, formação e construção de cenários econômicos, efeitos sobre a economia global, ...

A demanda é uma relação de consumo agregado de produtos cuja função seja suprir uma necessidade do consumidor.

A oferta é uma relação de exposição agregada de produtos a serem adquiridos cuja função seja suprir uma necessidade do mercado.

A procura é uma relação estabelecida entre a oferta e a demanda. No qual o consumidor irá se abastecer para suprir a sua necessidade e/ou desejo de consumo.

O custo é uma relação ligado a produção em que o objeto transacionado necessita de um quantificador monetário para ser produzido.

O Produto Interno é uma relação de um referente que se soma todos atributos de uma mesma dimensão a fim de que a força das transações do agrupamento possa ser medida.

A inflação é a ampliação de uma expectativa de ampliação do particular em relação a sua participação no mercado.

A precificação é a tentativa de incorporar valor a um produto.

A parametrização segundo tipos de mercados é uma tentativa de entender o comportamento das transações segundo as particularidades de um segmento.

O produto agregado é a soma de todas as transações de um referente.

A prospecção de mercado é a captação dos fatores influentes num modelo de mercado.

As flutuações da moeda (câmbio) medem o comportamento dos consumidores de capital que refletem suas transações num modelo de troca.

A elasticidade irá ver o comportamento conjunto entre dois ou mais elementos de mesma base a fim de mediar a influência da substituição de um componente econômico em relação a outro.

A produção é o que é fabricado para constituir uma relação de troca dentro de um mercado.

O consumo é a apropriação de um bem em que uma relação de troca estabelece o regramento para sua validação.

A base monetária é o sistema em que a moeda está assentada que permite as relações de troca.

Os investimentos são uma relação de empregar capitais para que os consumidores possam fazer um consumo futuro.

Capital social é o montante que uma unidade de mercado se dispõe a contribuir para a sociedade na capitalização do mercado.

O lucro e prejuízo são relações em que o trabalho das organizações percebem como esforço pela sua contribuição social.

A bolsa de valores irá trazer informações como as unidades de negócios influenciam consumidores na dinâmica do mercado.

As commodities são representações na forma de papéis do desempenho de produtos.

Os índices são estatísticas de estudo das percepções de variáveis econômicas.

A deflação é o sentido inverso da inflação.

O multiplicador monetário é o consumo dinâmico da moeda em que um mesmo papel moeda possibilita fazer várias transações dentro de um ciclo observado.

A aquisição de papéis públicos são fontes do poder público que permitam ao estado se capitalizar e honrar compromissos.

Os modelos de comportamento econômico são técnicas utilizadas para suprir as necessidades de explicação dos movimentos de mercado.

A formação e construção de cenários econômicos tenta estabelecer um vínculo com a economia a fim de montar políticas que visem antecipar as crises e períodos de expansão econômicos.

Os efeitos sobre a economia global visam compreender as trocas entre países e as políticas que regulam todo o direito econômico internacional.

Todos estes conceitos descritos acima são alvo de estudo da econometria, que a utiliza como ferramenta para a compreensão de todos os movimentos que possam justificar as demandas, os compromissos, as necessidades globais, as necessidades locais, a escassez e distribuição de recursos. A Econometria se fundamenta nas leis da matemática e da estatística para que sua validade científica tenha precisão.

Fraternalmente,

Max Diniz Cruzeiro

LenderBook Company

Fonte - 015 - Max Diniz Cruzeiro

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.