HOMEM JOGA GASOLINA E ATEIA FOGO EM NAMORADA APÓS BRIGA

“Eu estava coberta de fogo e tentava tirá-lo do meu rosto. Me lembro de apenas gritar por socorro e ele ficar lá parado sem fazer nada. Estava com um olhar diabólico. O olhar mais diabólico que já vi”, contou Judy à rede ABC.
Domingo, 18 de Dezembro de 2016 - 09:20

Estados Unidos - Um julgamento que terminou nesta semana no estado de Ohio, Estados Unidos, condenou Michael Slager, 41 anos, a 11 anos de prisão após uma tentativa de assassinato. Ele jogou gasolina e ateou fogo na, até então, namorada após uma discussão em um posto de combustível. Depois da condenação, Judy Malinowski decidiu desabafar sobre o caso.

“Eu estava coberta de fogo e tentava tirá-lo do meu rosto. Me lembro de apenas gritar por socorro e ele ficar lá parado sem fazer nada. Estava com um olhar diabólico. O olhar mais diabólico que já vi”, contou Judy à rede ABC. A mulher está no hospital há cerca de 16 meses para tratar das queimaduras que atingiram 80% do corpo. Sem conseguir falar direito, a mãe a auxilia em todas as tarefas.

Segundo Judy, ela “nunca pensou que um ser humano pudesse ser tão ruim”. A vítima continua com grandes ferimentos nas costas, respira com ajuda de aparelhos e já passou por 52 cirurgias desde então.

A sentença, segundo os familiares de Judy, não foi suficiente para que Michael pagasse por todos os crimes que cometeu. “Ele merece ser condenado à morte”, disse a mãe. Judy é mãe de duas meninas, uma de 9 e outra de 12 anos. Ela ainda deixa uma mensagem para quem está em um relacionamento abusivo: “Procure ajuda. Fuja!”.

Fonte - Anderson Nascimento - Newsrondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.