NOTA DE PESAR: FALECIMENTO DE FHELIPPE DAOU

Com as dificuldades da luta da caminhada terrena, FHELIPPE DAOU edificou as pilastras de consolidação da Região Amazônica.
Quinta-Feira, 15 de Dezembro de 2016 - 13:14

POR MOTIVO DA VIDA

Durante a solenidade de abertura do Curso Piscicultura na Amazônia e Técnicas de Manejo das Espécies Pirarucu e Jatuarana, realizado pela Cooperativa Mista e Aquícola do Estado de Rondônia – COOMAPEIXE, em fevereiro de 2010, o jornalista FHELIPPE DAOU foi homenageado com o Prêmio PIRARUCU DE OURO.

Por que FHELIPPE DAOU fez jus em receber o Prêmio PIRARUCU DE OURO?

Porque como homem de visão e comunicador empreendedor, FHELIPPE DAOU é um homem sábio, com uma significativa folha de serviços prestados à Região Amazônica e ao Brasil, tendo contribuído, consideravelmente, para a implantação e consolidação da piscicultura regional.

Com uma aura sempre jovial e a sapiência da maturidade de um veterano pesquisador da diversidade amazônica, este homem de fala mansa e sabedoria de um alquimista que faz calar outros sábios para ouvir seus ensinamentos.

Neste sentido, decidimos fazer esta homenagem ao Dr. FHELIPPE DAOU e aqui quero usar as palavras de LaoTsé para expressar a admiração que tenho por este cidadão do mundo: “O sábio tudo realiza e nada consideraseu. Não se prende aos frutos da sua obra. Termina a sua obra, e está sempre no princípio, e por isso a sua obra prospera”.

POR MOTIVO DA MORTE

No limiar de um novo tempo e de dificuldades em todos os níveis no Brasil, agravados com a viagem do jornalista FHELIPPE DAOU para o Oriente Eterno — todos lamentamos a perda de uma das pilastras de sustentação da comunicação, da luta e da resistência em defesa da soberania da Região Amazônica e do Brasil, referência da moralidade e da ética profissional —, estamos neste momento,como membro integrante da população da Região Amazônica, enlutados com o falecimento do jornalista FHELIPPE DAOU, e estamos rogando ao Grande Arquiteto do Universo (G:.A:.D:.U) para iluminar os seus caminhos para que no plano espiritual possa complementar a sua obra,uma vez que os frutos semeados no plano terreno têm produzidos frutos múltiplos e benefícios progressivos, até a consumpção dos tempos.

Com as dificuldades da luta da caminhada terrena, FHELIPPE DAOU edificou as pilastras de consolidação da Região Amazônica. Agora, no Oriente Eterno, com a luz e as bênçãos dos raios celestiais, complementará a sua obra, nesta nova morada, onde viverá com os desígnios de Deus, até a consumpção dos tempos.

Antônio de Almeida Sobrinho
Engenheiro de Pesca

Fonte - Antônio de Almeida Sobrinho

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.