JESUÍNO BOABAID DEFENDE MELHORIAS AOS POLICIAIS CIVIS E MILITARES

Parlamentar também criticou orçamento e instalação do Uber em Porto Velho
Quarta-Feira, 14 de Dezembro de 2016 - 09:18

O deputado Jesuíno Boabaid (PMN) realizou seu pronunciamento em Plenário nesta terça-feira (13), parabenizando os policiais civis que estão ”acampados” na galeria da Assembleia Legislativa, pois estão lutando por seus direitos.

O parlamentar lembrou que, ao realizar protestos semelhantes enquanto policial militar, acabou recebendo 39 processos, pois “militar não tem direito a greve nem a livre manifestação”. Boabaid salientou que, apesar de o Regimento Interno da Assembleia proibir a permanência de pessoas nas instalações, o presidente Maurão de Carvalho (PMDB) permitiu que os manifestantes da Polícia Civil ficassem nas galerias.

Apesar de toda a mobilização, afirmou Jesuíno, “o governo tem mecanismos suficientes para acabar com a vida de vocês. Espero que o governo tenha a sensibilidade de enviar ainda hoje algo para solucionar a situação”.

Plano de Policiamento

Jesuíno lembrou que a Polícia Militar, em reunião de 2007, onde ainda era a comandante geral a coronel Angelina, criou o Conselho de Coronéis, que estabeleceu o Plano de Policiamento.

Em 2016, o novo comandante geral alterou o plano, afirmou. “Passaram por cima do governo e por esta Casa, alterando uma lei. Isso é inadmissível, por isso estou apresentando dispositivo que susta isso, pois não tem autoridade de mudar lei que altera hora de trabalho dos trabalhadores militares”, declarou Boabaid.

Orçamento

O parlamentar criticou a forma como o governo do Estado tem encaminhado o Orçamento para votação na Assembleia. Ele chamou os responsáveis de incompetentes, pois “todo o processo deveria ser discutido com antecedência e agora querem enviar um turbilhão de coisas de última hora para votação”.

Audiências

O deputado Jesuíno também falou das duas reuniões realizadas nesta segunda-feira (13), sendo a primeira para tratar da atual situação dos atingidos pela enchente de 2014/15 e a segunda para resolver a situação dos moradores do Bairro Novo, onde foi suspensa a cobrança da taxa de esgoto no local, até ajustar a situação da Estação de Tratamento de Esgoto.

O parlamentar lembrou, ao final de seu pronunciamento, a realização de audiência pública na próxima quinta-feira (15), a partir das 9h, para debater a situação do Uber em Porto Velho. O serviço foi criticado pelo deputado Hermínio Coelho (PDT) e elogiado pelo deputado Adelino Follador (DEM). “A intenção é que possamos entender o funcionamento do sistema”, afirmou Boabaid.

Fonte - 010 - ALE/RO - DECOM

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.