VOO DA LAMIA COM A SELEÇÃO ARGENTINA TINHA COMBUSTÍVEL PARA APENAS 18 MINUTOS ALÉM DO TRAJETO

Plano de voo, no entanto, foi aprovado pela Aeronáutica. Informação é do jornal O Tempo.
Quarta-Feira, 07 de Dezembro de 2016 - 09:49

A seleção da Argentina por pouco não foi vítima de uma tragédia semelhante à da Chapecoense. A equipe voou em novembro, de Belo Horizonte a Buenos Aires, com o avião da LaMia, o mesmo do acidente com o time brasileiro, com o combustível "no limite". De acordo com o jornal O Tempo, a aeronave tinha autonomia para apenas mais 18 minutos além do trajeto.

A viagem do aeroporto de Confins à Argentina durou 4 horas e 4 minutos, enquanto a autonomia do avião era de 4 horas e 22 minutos. Apesar de arriscado, o plano de voo da viagem foi aprovado pela Força Aérea Brasileira (FAB) e pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O que não se sabe, no entanto, é se a empresa boliviana seguiu o plano.

Em e-mail enviado ao jornal mineiro, a Aeronáutica afirmou que o plano apresentado pela LaMia não tinha problemas. "O plano de voo da empresa LaMia, matrícula CP2933, entre Belo Horizonte e Buenos Aires, foi aceito pelo órgão de controle de tráfego aéreo, pois estava coerente do ponto de vista da navegação aérea".

Fonte - R7

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.