JOVEM COM PROBLEMAS MENTAIS E INCAPAZ DE ANDAR É VÍTIMA DE ESTUPRO COLETIVO

O caso acontece em Pontal do Coruripe, litoral Sul de Alagoas em uma região conhecida como “Mutirão"
Segunda-Feira, 05 de Dezembro de 2016 - 16:00

ALAGOAS - Os pais da menina comunicaram o acontecido à Polícia Militar que prontamente efetuou a prisão de José Wanderson ainda na casa em que residia, localizada no Conjunto Habitacional Joaquim Beltrão, mesmo local onde a família da vítima mora

Uma jovem de 22 anos com problemas mentais, sem capacidade de falar e andar, foi vítima de um estupro coletivo na última sexta-feira, dia 2. O crime aconteceu dentro de um matagal no Pontal do Coruripe, litoral Sul de Alagoas, em uma região conhecida como “Mutirão" e foi confirmado nesta segunda-feira (5), pelo GPM da cidade.

Segundo informações do 11º Batalhão, a garota foi encontrada pela mãe ainda na mata, sem roupas. Ao avistar a filha, ela relatou que viu também os menores que participaram do crime, mas preferiu socorrê-la antes de qualquer coisa. Ainda segundo a PM, dos três rapazes envolvidos no crime, um era amigo da família: José Wanderson da Silva, de 19 anos.

Os pais da menina comunicaram o acontecido à Polícia Militar que prontamente efetuou a prisão de José Wanderson ainda na casa em que residia, localizada no Conjunto Habitacional Joaquim Beltrão, mesmo local onde a família da vítima mora.

De acordo com o sargento Xavier, da Companhia Independente de Coruripe, a jovem deu entrada no Hospital Carvalho Beltrão, em Coruripe, ainda no dia do acontecido. Em seguida, a garota foi levada até a Delegacia Regional de Penedo e então encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML), em Maceió, para ser submetida ao procedimento de profilaxia e ao exame de corpo de delito.

Os dois adolescentes envolvidos foram apreendidos e liberados em seguida. Já José Wanderson permanece preso na delegacia Penedo.

Fonte - 015 - 24 horas news

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.