SINDTAXI QUER O FIM DA CONCORRÊNCIA DESLEAL E QUER PROIBIÇÃO DE APLICATIVOS

Segundo o presidente do Sindtaxi, Waldiney Filhão, há dois anos a categoria está numa cruzada contra a utilização dessa tecnologia que tem gerado insatisfação e prejuízo à categoria por conta da concorrência desleal.
Sexta-Feira, 02 de Dezembro de 2016 - 10:57

O Sindicato dos Taxistas Autônomos do Estado de Rondônia (SINDTAXI) iniciou uma série de visitas junto aos deputados federais da bancada estadual em Brasília para convencê-los da aprovação do Projeto de Lei 5587, que colocará fim à concorrência desleal que a categoria atravessa por conta da utilização de aplicativos (do tipo Uber) por colegas de profissão.

Segundo o presidente do Sindtaxi, Waldiney Filhão, há dois anos a categoria está numa cruzada contra a utilização dessa tecnologia que tem gerado insatisfação e prejuízo à categoria por conta da concorrência desleal. A votação do projeto acontece na próxima semana e estabelece que o serviço de transporte remunerado, que deve ser feito exclusivamente por Táxis regulamentado.

“Já mantivemos contato com a bancada e eles disseram que vão apoiar nossa causa. Esses aplicativos criou uma verdadeira guerra entre a categoria em todos os Estados, em alguns casos, com extrema violência e intervenção das força policiais. Aqui em Porto Velho já conseguimos um projeto na Câmara Municipal proibindo a utilização do aplicativo, mas precisamos de mais apoio”, disse Filhão.

No dia da votação, várias lideranças dos transportes do País ligados ao transporte de passageiros estarão em Brasília acompanhando a apreciação do Projeto no Congresso. “Com certeza estaremos lá fazendo valer a vontade da maioria e colocar um ponto final naqueles que fazem da concorrência desleal um meio de sobrevivência”, finalizou Filhão.

Fonte - 010 - "Marcos Santana"

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.