FUNCIONÁRIOS DA UPA ZONA SUL ESTÃO SEM ÁGUA PARA BEBER HÁ VÁRIOS DIAS

De acordo com a denúncia, desde a última sexta-feira (18) a UPA da zona sul não está dispondo de galões de água mineral para o consumo de médicos, enfermeiros, zeladores e demais usuários da unidade.
Quarta-Feira, 23 de Novembro de 2016 - 10:31

Porto Velho, RO – Uma denúncia chegou à redação do Jornal Rondônia nesta terça-feira (22), tratando sobre a falta de água potável na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada na Rua Urtiga com Avenida Jatuarana, Bairro Nova Floresta, zona sul da Capital.

De acordo com a denúncia, desde a última sexta-feira (18) a UPA da zona sul não está dispondo de galões de água mineral para o consumo de médicos, enfermeiros, zeladores e demais usuários da unidade. Informações são de que os próprios funcionários estão tirando dinheiro do próprio bolso para a aquisição de água para alguns setores da UPA Sul. O denunciante comentou sobre o prejuízo financeiro que é dividido entre todos. “Nós temos um gasto de, em média, R$ 30 reais todos os dias para a compra de água mineral, que são divididos em três departamentos”, disse.

A má gestão em alguns departamentos, tanto no âmbito Estadual quanto Municipal está sendo exposta cada vez com mais frequência. Dias atrás, a Vereadora eleita, Ada Dantas (PMN), esteve realizando entrega de galões com água mineral em presídios e bases da Polícia Militar, pois a falta de água para os militares estava ocorrendo há cerca de 10 dias.

As informações são de que os funcionários não tem o conhecimento sobre o motivo da falta de água na UPA Sul. “Precisamos nos hidratar e por isso temos que fazer uma “vaquinha” e comprar galões de água”, desabafou o denunciante.

Para os pacientes que ficam na recepção da UPA aguardando para passar por triagem e/ou atendimento médico, é oferecida água de um bebedouro com filtro. Alguns dos servidores do local consomem esta água, mas tendo em vista as funções desempenhadas no local, muitas vezes não podem se deslocar de seu setor de trabalho até a recepção para poder ingerir o líquido tão importante para o corpo humano.

Os trabalhadores esperam que este problema seja solucionado o quanto antes.

Fonte - jornalrondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.