IFRO VILHENA PROMOVE NOVEMBRO NEGRO

No mês da consciência negra, palestras e atividades culturais celebram a resistência negra e chamam a atenção para o racismo e o preconceito na sociedade contemporânea.
Sexta-Feira, 18 de Novembro de 2016 - 14:04

O dia 20 de novembro é celebrado como o Dia Nacional da Consciência Negra em alusão à morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares e herói da resistência africana contra a escravidão no Brasil colonial. Em virtude desta data, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia – IFRO, Campus Vilhena, promoverá uma extensa programação que vinculada atividades de ensino, pesquisa e extensão. A proposta da Comissão Organizadora local é a de explorar a temática não apenas em uma única data, mas, a partir de temas transversais e interdisciplinares, aprofundar a temática da memória e resistência da população negra.

No dia 21 de novembro, próxima segunda-feira, um conjunto de palestras nos 03 turnos, possibilitarão aos estudantes, servidores e população em geral, discutir temáticas como “O mito da Democracia Racial no Brasil”, “Do Dilema da Igualdade: esterótipo, estigma e identidade” e o“Racismo e relações étnico-raciais na sociedade contemporânea”. Para o debate foram convidados especialistas na temática: O prof. Dr. Claudemir da Silva Paula (UNIR), Prof. Dr. Fábio Santos Andrade (UNIR) e o Prof. Me. Marcel Eméric Bizerra de Araújo (IFRO – Colorado D’Oeste).

No dia 09 de dezembro, o debate “Diversidade, cultura e ideologia no contexto das reformas do Estado brasileiro” quer aprofundar a discussão que vai além do preconceito racial. Há na atualidade um conjunto de práticas e discursos que estão na contramão da temática da diversidade cultural e da própria conceituação de ensino laico. Materializados por meio de projetos de lei que tramitam nas esferas municipal, estadual e federal que querem restringir o acesso ao conhecimento científico e às teorias histórico-críticas. Para este debate, um dos expositores confirmados é o Procurador Federal Raphael Beviláqua (Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão – Ministério Público Federal – Porto Velho/RO), que estará abordando esta temática.

Durante todo o mês de novembro, professores das disciplinas de História, Filosofia, Sociologia, Geografia e Língua Portuguesa estarão realizando um conjunto de atividades de pesquisa que incluem a história, a resistência e a contribuição das populações africanas em nosso país e no mundo. “Entre as atividades propostas está a pesquisa sobre a biografia de personalidades da militância negra e de lutas de libertação e igualdade racial, como por exemplo, Stephen Bantu Biko, Mumia Abu-Jamal, Black Panther Party ou Panteras Negras, Malcolm X, François-Dominique Toussaint Louverture, Muhammad Ali, etc.”, explica o professor de História Márcio Marinho Martins. Também haverá um conjunto de atividades culturais, como explica a professora de Letras, Liliane Pereira Soares Nascimento: “Uma mostra de poesia, literatura e arte que incluem, também, dramatizações e coreografias com músicas produzidas pelos estudantes que se apresentarão no encerramento do projeto no dia 10 de dezembro”.

Confira o cartaz de divulgação com a programação detalhada. Todas as atividades serão abertas à população em geral interessada em debater as temáticas.

Fonte - MÁRCIO MARINHO MARTINS

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.