RIO BRANCO REGISTRA MAIOR AUMENTO DA CESTA BÁSICA NA REGIÃO NORTE

Apenas no mês de outubro, Porto Velho, em Rondônia, registrou aumento da cesta básica de 2,18%, e ficou entre as quatro capitais com maiores altas.
Terça-Feira, 08 de Novembro de 2016 - 17:25

Rio Branco, no Acre, está entre as capitais que registraram maior aumento acumulado no valor da cesta básica entre janeiro e outubro deste ano, com alta de 21,99%. Macapá, no Amapá, apresentou um dos menores aumentos acumulados nos últimos dez meses: 10,99%. As informações são da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada pelo Dieese - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.

Apenas no mês de outubro, Porto Velho, em Rondônia, registrou aumento da cesta básica de 2,18%, e ficou entre as quatro capitais com maiores altas. Em contrapartida, Palmas, no Tocantins, ficou entre as capitais com as retrações mais expressivas, registrando redução de 1,76%.

Em outubro, houve predominância de alta no preço da carne bovina de primeira, da manteiga, açúcar, tomate e café em pó. A carne bovina de primeira aumentou em 21 cidades em outubro. As altas variaram entre 0,29%, em Macapá, e 6,67%, em Curitiba. As quedas mais expressivas foram anotadas em Brasília (-1,27%) e Manaus (-1,23%).

Com base no valor da cesta mais cara de outubro, o DIEESE estima que o salário-mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler R$ 4.016 reais. Mais de quatro vezes o valor pago atualmente de R$ 880. O cálculo é feito levando em consideração que a Constituição estabelece que o salário-mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, entre outros pontos.

Fonte - Ebc

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.