BURITIS É O RETRATO DO BRASIL: QUER VER OS BANDIDOS MORTOS

PERGUNTINHA:Quando começarão a andar os processos contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, que é um dos últimos fichas sujas que ainda está num cargo importante na República Federativa do Brasil?
Sábado, 05 de Novembro de 2016 - 08:49

Os moradores de Buritis, aqui em Rondônia, comemoram a ação policial que matou quatro bandidos, nessa semana. O quarteto praticou roubos e assaltos, atacou uma relojoaria e estava tentando fugir da cidade, quanto foi interceptada por PMs e policiais civis. Como sempre têm feito, ao invés de se entregar, os criminosos tentaram furor o cerco à bala. Todos os quatro foram mortos. Muita gente vibrou, porque o brasileiro comum não suporta mais a impunidade aos bandidos e as leis que os protegem e, em muitos casos, lhes dão carta branca para continuar atacando. Por isso, não foi surpresa a pesquisa divulgada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, feita pelo DataFolha, de que 57 por cento dos brasileiros consideram que “bandido bom é bandido morto!”. Em pequenas cidades, como a nossa Buritis, com menos de 50 mil habitantes, esse índice pode chegar a 62 por cento. O número dos que querem os bandidos mortos cresceu mais de 7 por cento em um ano. O significado disso é claro: como as leis não funcionam, como a Justiça tem sido lenta e as penas aplicadas – junto com benesses inexplicáveis – são consideradas pífias pelo povão, ele se volta para a pena de morte, como se isso fosse resolver alguma coisa. 

A pesquisa ainda indica outro detalhe que, na mídia, tem aparecido de forma inversa. Enquanto a grande imprensa faz questão de criminaliza ações policiais (não se sabe ainda defendendo quais interesses!), a ampla maioria dos entrevistados na pesquisa indica que o povo crê que os policiais são caçados pelos criminosos e não o inverso. Mais de 62 por cento de todos os ouvidos afirmam isso. No grupo de famílias com renda superior a dez salários mínimos, a crença de que a polícia é vítima do crime cresce para 72 por cento. Ora, é bom que se ouça os clamores da maioria, que não suporta mais, de boa parte da imprensa, tanta gentileza com o crime e tanta dureza com a polícia. Essa inversão de valores, felizmente e mesmo com todo o esforço da grande mídia, ainda não colou! 

COMANDO DA CÂMARA

O prefeito eleito Hildon Chaves está descansando por alguns dias. Mas, mesmo na sua ausência, os bastidores da política municipal continuam em ebulição. Além da equipe de transição que será anunciada em breve  e o futuro secretariado (nomes que Hildon ainda não escolheu e que só anunciará em meados de dezembro), a disputa pela Presidência da Câmara de Vereadores está na luz dos holofotes. A oposição tem grande maioria, mas pode se fragmentar, como ocorreu quando Mauro Nazif foi eleito, e acabar ficando ao lado do Prefeito. Nomes importantes estão sendo citados como prováveis concorrentes ao posto. A vereadora Elis Regina, que dever liderar a oposição, é um deles. Também fazem parte da relação dois aliados de Hildon: Alan Queiróz e Edwilson Negreiros. O jovem professor Aleks Palitot, eleito com a maior votação de todos os edis, também se credencia. Vai começar mais um jogo político. Veremos quem ganha e quem perde.

POBRES MULHERES! 

Cinco casos de estupro por hora no Brasil. Um a cada 12 minutos. Infelizmente, os dados alarmantes dessa praga nacional não diminuem. Não tem lei que puna suficientemente esses crimes bárbaros, contra mulheres principalmente, mas também contra crianças de ambos os sexos. Uma tragédia nacional. E Rondônia, infelizmente, não fica fora dessas estatísticas tenebrosas. Até 2013, com 48 casos para cada 100 mil habitantes, nosso Estado era o terceiro do país em número de casos de estupros registrados. Afora as centenas ou até milhares de ocorrências que nunca chegam até as autoridades. Como os números nacionais diminuíram, embora não tenha havido novas informações, supõe-se que os números ainda são alarmantes, em todos os municípios rondonienses, mas também menores que 2013. Naquele ano, foram registrados mais de 50.300 casos no país. Em 2015, caíram para 45.460 casos. Mas ainda são de apavorar. Um terror, que todos devemos combater.  

TIRANDO O CHAPÉU

Nunca  é demais elogiar o governo Confúcio Moura, pelo controle de gastos, pela forma responsável com que vem gerindo as finanças do Estado. Todas as medidas que ele tomou (antes e durante a crise, que ainda persiste), foram positivas. Na semana passada, os servidores receberam seus salários dentro do mês e a segunda parcela do 13º está programada para 20 de dezembro. Logo depois, o salário normal do mês. Os fornecedores também estão recebendo e os investimentos em várias obras continuam. Grandes obras, como o Anel Viário de Ji-Paraná e o Espaço Alternativo, em Porto Velho, estão andando normalmente. Enquanto isso, a maioria dos Estados brasileiros está quebrada. No Rio, por exemplo, foi decretado estado de calamidade. A situação está complicada em várias outras regiões. Rondônia vive ainda no azul, graças a um trabalho sério e competente liderado por Confúcio. Que se tire o chapéu, porque nesse quesito, ele merece! 

EXPOSIÇÃO DA SANTO ANTONIO 

A Santo Antônio Energia, concessionária e responsável pela operação da hidrelétrica, iniciou nesta sexta-feira) uma nova exposição que conta a história do empreendimento, com destaque para a geração de energia elétrica. Os visitantes poderão conhecer a maquete que mostra a área interna dos Grupos Geradores, de onde é possível ver uma réplica da Turbina Bulbo, tecnologia utilizada na hidrelétrica que permite a geração de energia com baixos impactos socioambientais. A exposição acontecerá na praça de eventos principal do Porto Velho Shopping, até o dia 12, das 10h às 22h.  “Com mais essa exposição temática, queremos marcar a conclusão da implantação da Hidrelétrica Santo Antônio e marcar o início da geração plena que se iniciará em breve. E continuaremos a compartilhar com a população os conhecimentos que foram adquiridos durante estes anos necessários para a implantação e operação da hidrelétrica”, explicou Paulo Damião, responsável pela Comunicação Corporativa da Santo Antônio Energia.

SÓ IDIOTA ACREDITA!

Circula na internet, nas redes sociais e no watts app, uma lista de possíveis secretários do futuro prefeito Hildon Chaves. Tudo falso. Ele mesmo avisou, num encontro com a imprensa, logo depois da eleição, que iriam surgir relações falsas, mas que ele só anunciaria sua equipe em meados de dezembro. Nem a equipe de transição foi escolhida. Na relação fake que circula por aí, os criativos farsarantes colocaram Expedito Júnior como secretário da Fazenda e Moreira Mendes como chefe de gabinete. Ora, só um idiota ou alguém com total desconhecimento da política acreditaria numa besteira dessas. O que se sabe de real é que uma médica já teria sido convidada para comandar a saúde, mas ainda não teria dado o OK. Mas nem isso Hildon Chaves confirma. Segundo ele, qualquer nome citado agora não passa de especulação.

PERGUNTINHA

Quando começarão a andar os processos contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, que é um dos últimos fichas sujas que ainda está num cargo importante na República Federativa do Brasil?

Fonte - Sergio Pires

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.