MINISTRO DOS TRANSPORTES GARANTE CONCLUSÃO DE OBRAS AO DR HILDON

Ainda faltam seis obras de arte, incluindo dois viadutos, marginais e uma passagem inferior
Sexta-Feira, 04 de Novembro de 2016 - 10:58

Até o final de dezembro do próximo ano todas as oito intervenções ao longo do trecho urbano da BR-364 deverão estar concluídos e entregues para melhorar o tráfego de quem utiliza as rodovias 364 e 319, além da ligação da zona sul com o restante da cidade. A garantia foi feita pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintela ao prefeito eleito, Hildon Chaves, na quinta-feira, durante almoço após cerimônia de abertura da segunda pista do viaduto do Trevo do Roque.

Dr Hildon manifestou sua preocupação com a demora das obras que nos últimos oito anos sofreram duas paralisações. Maurício Quintela tranquilizou-o e afirmou que, embora seu ministério precise hoje de quase 15 vezes o orçamento atual para concluir todas as obras rodoviárias iniciadas país afora, isto é, cerca de R$ 35 bilhões, daqui até a conclusão das obras em Porto Velho não vão faltar recursos.

No total, estão sendo investidos cerca de R$ 85 milhões nas obras que incluem, além dos viadutos da Jatuarana e do Trevo do Roque já entregues, os viadutos da rua Três e Meio e da Campos Sales e ainda a passagem inferior, ou trincheira, que fará a ligação da estrada da Coca Cola à avenida Prudente de Moraes.

Além dessas obras de arte, o projeto inclui ainda a construção de marginais num trecho de 10km, que vai da Faculdade Faro até o Campus da Unir. Dr Hildon agradeceu às palavras de apoio do ministro e de toda a bancada federal e aproveitou para pedir a iluminação pública ao longo de todo o trecho. “Acredito nas palavras do ministro e no empenho de toda a nossa bancada federal para, juntos, melhorarmos a trafegabilidade e ao mesmo embelezar nossa capital, conferindo-lhe um aspecto mais urbanizado, moderno e agradável”, agradeceu.

Fonte - assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.