MAIOR OBRA DE INFRAESTRUTURA E URBANISMO NO ESTADO DE RONDÔNIA AVANÇA EM RITMO ACELERADO EM ROLIM DE MOURA

Projeto irá substituir as árvores fícus por novas espécies floríferas e frondosas, deixando a cidade mais bonita.
Segunda-Feira, 31 de Outubro de 2016 - 09:19

A obra de Infraestrutura e Mobilidade Urbana que iniciou no dia 22 de agosto, vem modificando e transformando o centro da cidade de Rolim de Moura (RO), o investimento nesta primeira etapa no valor de R$ 1 milhão de reais, recurso adquirido por meio da emenda do deputado federal Nilton Capixaba e com a contrapartida do município no valor de R$ 20 mil reais.

O projeto visa melhorar os canteiros centrais entre as seguintes Ruas: Corumbiara até a Rio Madeira e das avenidas Fortaleza e Florianópolis e suas transversais Norte Sul e Barão de Melgaço.

O Projeto terá um investimento no valor de mais de R$ 2,6 milhões em três etapas, com 7 quilômetros de obras nesta primeira etapa. As próximas etapas irão contemplar a Avenida Norte Sul até a Avenida João Pessoa e Avenida 25 de agosto até a Rua Rio Verde. A obra atende todos os critérios legais, desde os ambientais aos administrativos e todo o projeto foi executado conforme rege a legislação.

ÁRVORES

O projeto visa ainda a retirada das figueiras conhecidas como FICUS BENJAMINA e a substituição por árvores floríferas e frondosas, deixando a cidade mais bonita.

A equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente já está trabalhando para aquisição de novas mudas de árvores como Ipês, Jacarandá, Palmeiras Imperiais entre outras espécies que não danificam as calçadas da cidade e deixam um aspecto mais agradável.

Mas porque tirar o FICUS?

Aquela arvorezinha, com folhinhas verde brilhantes, que chegou bem pequenininha, inofensiva, e foi plantada nos canteiros centrais e na calçada.

Um dos principais motivos é que suas raízes irão procurar água e nutrientes, como se tivessem sempre uma intensa sede e fome. Se encontrarem um cano pelo caminho, ótimo: servirá de fonte. Não contentes com a água ali absorvida, continuarão a procurar, penetrando cada vez mais na terra. Enquanto isso seu tronco, galhos e copa aumentam proporcionalmente.

Em muitas cidades, por causa da destruição que a árvore causa, o plantio do fícus está proibido.

LIXO NO CANTEIRO

Outro ponto que está chamando a atenção da população e deixando os moradores revoltados é a quantidade de lixo que alguns comerciantes insistem em colocar em cima dos novos canteiros. Esses galões/latões de lixos que acabam deixando uma obra bonita com aspecto de feia.

Nesta semana a equipe da fiscalização da prefeitura de Rolim de Moura estará notificando e autuando os comerciantes que colocam seus galões de lixo nos canteiros centrais das ruas e avenidas.

Fonte - secom@rolimdemoura.ro.gov.br

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.