PROMETENDO 'FREAR' EXCESSOS DE VIAGENS, CONFÚCIO AUTORIZA 235 DESLOCAMENTOS DE SERVIDORES

Quem acompanhou as edições do Diário Oficial do Estado (DOE/RO) de N° 190, 191, 193, 194 e 195 percebeu centenas de decretos de autorização de viagens para comissionados, assessores, secretários e funcionários do Estado assinadas pelo próprio governador e seu vice, Daniel Pereira.
Quinta-Feira, 20 de Outubro de 2016 - 10:35

No dia 02 de setembro de 2016, via blog, o governador Confúcio Moura (PMDB) deu recado direto e nominal à prefeita do Palácio Madeira, Isis Queiroz, de que até o final do ano os comissionados, funcionários e secretários do seu governo estariam “proibidos” de viajar para fora de Rondônia com despesas pagas pelo executivo. Passaram-se alguns dias e será que a ordem foi cumprida? A resposta é não!

Quem acompanhou as edições do Diário Oficial do Estado (DOE/RO) de N° 190, 191, 193, 194 e 195 percebeu centenas de decretos de autorização de viagens para comissionados, assessores, secretários e funcionários do Estado assinadas pelo próprio governador e seu vice, Daniel Pereira.

Naquela ocasião, Moura foi enfático: “De agora em diante, até o final do ano, estão proibidas viagens para cursos, treinamentos, audiências em Brasília de todas as secretarias, autarquias e sociedade de economia mista (...) Nenhum Secretário, Superintendente, Diretor ou Presidente  de autarquia, poderá se afastar do Estado sem ordem expressa do Governador, a não ser que assumam suas próprias despesas”.

Nesse ínterim, o News Rondônia acompanhou as edições do DOE e concluiu que a média de expedições de viagens permaneceu a mesmaEntre os principais destinos autorizados pelos executivos maiores do Estado, estão os estados do Acre (AC), Amazonas (AM), São Paulo (SP), Mato Grosso (MT), Mato Grosso do Sul (MS), Distrito Federal (DF), Rio de Janeiro (RJ), Goiás (GO), Tocantins (TO), Minas Gerais (MG) e Rio Grande do Sul (RS).

As viagens, algumas custeadas pelo governo e outras sem ônus para aos cofres do estado, tinham objetivo de garantir a presença de servidores públicos em palestras, encontros de trabalho, transferências de presos, traslados de pacientes para hospitais, reuniões, congressos e capacitações.

Fonte - NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.