MULHER CHEGA NA GARUPA DE MOTOCICLETA E EXECUTA CABELEIREIRO COM CINCO TIROS

Uma das testemunhas do assassinato disse aos policiais que um homem pilotava a motocicleta e antes da mulher disparar os tiros, ele parou ao lado do cabeleireiro e pediu algumas informações
Terça-Feira, 11 de Outubro de 2016 - 15:34

MANAUS: Uma mulher loira e ocupando a garupa de uma motocicleta disparou cinco tiros de revólver que mataram o cabeleireiro Luiz Carlos Cavalcante Tomas, 28, por volta das 22 horas deste domingo, quando ele caminhava pela rua 9 no bairro do São José Operário, segunda etapa, na Zona Leste de Manaus.

Uma das testemunhas do assassinato disse aos policiais que um homem pilotava a motocicleta e antes da mulher disparar os tiros, ele parou ao lado do cabeleireiro e pediu algumas informações, como se apenas estivesse procurando um endereço ou por alguma pessoa naquele bairro.

Depois o casal foi até o final da rua, fez o retorno e quando se aproximaram novamente de Luiz Carlos, a mulher, já de arma em punho, desceu da garupa e atirou sucessivas vezes, acertando o peito e abdome do cabeleireiro, que morreu no local em poucos instantes.

Uma segunda testemunha que falou com os policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) revelou que a mulher loira ainda disparou um tiro de misericórdia na cabeça de Luiz Carlos, quando ele ainda agonizava no chão, com os primeiros tiros recebidos.

No entendimento da equipe da DEHS, a parada ao lado do cabeleireiro antes de sua execução, para colher informações, foi apenas um pretexto para confirmar se era ele mesmo a pessoa, que por algum motivo iria ser assassinado minutos depois dessa conversa com o casal desconhecido.

Depois do crime, a mulher e o piloto da motocicleta fugiram do local em alta velocidade, na direção da Avenida Autaz Mirim (Grande Circular). Os moradores da área contaram também aos policiais que Luiz Carlos era uma pessoa calma e nunca viram ele se envolvendo em algum atrito.

O carro tumba do Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo do cabeleireiro e chegou junto com a equipe da Perícia e da Delegacia de Homicídios. Luiz Carlos morava sozinho e, segundo informações, não tinha familiares em Manaus.

Fonte - anoticiamais

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.