VIROU MODA: AGORA É O BRADESCO DE ARIQUEMES QUE TENTA ATRAPALHAR A GREVE

A postura de intransigência do Bradesco com os trabalhadores em greve parece que não é um 'privilégio' apenas dos gestores da capital.
Sexta-Feira, 30 de Setembro de 2016 - 16:15

A postura de intransigência do Bradesco com os trabalhadores em greve parece que não é um 'privilégio' apenas dos gestores da capital. É o que ficou evidenciado na manhã desta sexta-feira, 30/9, quando o gerente geral da agência do município de Ariquemes desrespeitou o movimento ao forçar a entrada de funcionários que estariam sendo coagidos a ir trabalhar mesmo em plena greve nacional, que hoje completou 25 dias e é uma das maiores da história.

De acordo com os grevistas que estão diariamente naquela unidade, o gestor simplesmente ignorou a presença dos grevistas e falando alto e com arrogância, fez com que funcionários entrassem mesmo com as portas da agência fechadas para o atendimento ao público.

 E, novamente, isso acontece mesmo quando alguns funcionários já estão na parte interna da unidade trabalhando para o atendimento de serviços essenciais, como determina a Lei de Greve.

O fato acontece exatamente no dia seguinte ao ocorrido na agência da avenida Sete de Setembro, em Porto Velho, quando o gerente regional do Bradesco, Antônio Xavier de Andrade, quis, a todo custo, forçar a entrada de funcionários na agência e, ao ser impedido pelos grevistas, chegou a acionar a Polícia Militar, numa clara atitude de desrespeito com o direito sagrado de greve e uma tentativa de jogar os bancários em greve contra a opinião pública.

"Não vamos nos curvar diante dessas manobras sorrateiras e impositivas dos gestores, seja do Bradesco ou de qualquer outro banco, privado ou público, pois estamos apenas exercendo a garantia legítima de lutar por condições mais dignas para todos os bancários. Portanto não vamos tolerar qualquer atitude de pressão, ameaça, assédio moral ou prática antissindical", disse Euryale Brasil, secretário geral do Sindicato

dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO).

Fonte - Rondineli Gonzalez

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.