DEPUTADO JESUÍNO VISITA ESCOLA ESTADUAL DE PORTO VELHO FURTADA MAIS DE 20 VEZES

As repetidas ações criminosas praticadas contra a Escola Estadual de Ensino Fundamental Eloisa Bentes Ramos, localizada no Bairro Flodoaldo Pontes Pinto, estão levando sensação de insegurança aos alunos, professores e demais servidores daquela instituição.
Quinta-Feira, 28 de Julho de 2016 - 08:00

As repetidas ações criminosas praticadas contra a Escola Estadual de Ensino Fundamental Eloisa Bentes Ramos, localizada no Bairro Flodoaldo Pontes Pinto, estão levando sensação de insegurança aos alunos, professores e demais servidores daquela instituição. Nesta quarta-feira (27) o Deputado Jesuíno Boabaid (PMN) esteve reunido com a Vice Diretora da instituição, Srª Selma Suely, e conversou sobre alguns pontos que podem amenizar e quem sabe até, pôr fim aos furtos.

Durante a conversa, Boabaid foi informado que a Escola já foi furtada mais de 20 (vinte) vezes, sendo que as práticas delituosas passaram a ocorrer com mais frequência após a retirada dos vigilantes. “Nas últimas investidas dos criminosos foram furtadas 10 centrais de 24 mil BTU´s, que refrigeravam cinco salas, ou seja, um pavilhão, que agora não está podendo ser utilizado devido ao forte calor, que impossibilita os professores lecionarem” declarou Selma Suely.

Atualmente a Escola Eloisa Bentes Ramos está trabalhando com sete turmas no período da manhã e outras quatro turmas no período da tarde, atendendo do 6º ao 9º ano. A diretora declarou ainda que durante reunião com o Governo, foi pedido o retorno dos vigilantes, mas o pedido foi negado, sendo dada a justificativa de que sairia muito caro para os cofres públicos. Resta para a escola as câmeras de segurança e os alarmes, que segundo a Diretora, não evitam os furtos. “Na reunião nós pedimos os vigilantes de volta, mas não fomos atendidos. Fomos informados ainda que se colocássemos um vigilante por conta própria, seríamos responsáveis por ele, principalmente caso viesse acontecer a morte do trabalhador durante um roubo, pois o bandidos vêm armados para roubar os móveis da escola” desabafou a Diretora.

Boabaid indagou sobre o Programa de Apoio Financeiro (PROAFI), no que trata sobre o valor repassado para as escolas, sendo informado de que a escola Eloisa Bentes Ramos recebe cerca de R$ 5 mil reais em um período de três meses, não sendo suficiente pra suprir as necessidades da instituição.

Selma Suely revelou ainda que a comunidade no entorno da escola está insatisfeita com a Polícia Militar, pois alguns vizinhos flagram os suspeitos entrando na escola e ligam para a PM, mas a guarnição demora muito para ir, ou até mesmo não vai ao local atender a ocorrência. Outro ponto que facilita a ação dos criminosos é a baixa luminosidade nas dependências da escola, dificultando a identificação dos meliantes, resultando na não prisão deles.

Boabaid disse que estará também atuando em busca de melhorias para a classe estudantil, bem como a sociedade em geral. Afirmou que irá buscar junto ao Governo uma forma de devolver a segurança para os trabalhadores e também para os alunos. 

Fonte - assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.