BRASILEIRA DESAPARECIDA DESDE ATAQUE TERRORISTA EM NICE É ENCONTRADA

Ela está bem e que havia desligado o telefone porque estava "muito cansada".
Segunda-Feira, 18 de Julho de 2016 - 17:52

A brasileira Sueli Rebelo do Amaral,de 72 anos, que estava desaparecida desde quinta-feira (14), quando ocorreu o atentado terrorista que matou 84 pessoas, foi encontrada em Nice, na França.

A reportagem apurou que o irmão de Sueli informou a autoridades brasileiras que ela está bem e que havia desligado o telefone porque estava "muito cansada".

Outros brasileiros foram vítimas do ataque realizado pelo tunisiano Mohamed Bouhlel, que avançou com um caminhão de forma deliberada sobre milhares de pessoas que estavam na orla de Nice assistindo à queima de fogos da comemoração do dia da Queda da Bastilha.

Elizabeth Cristina de Assis Ribeiro, 30, que estava desaparecida desde o dia do atentado, teve a morte confirmada pelo Itamaraty na noite deste domingo (17). Autoridades francesas confirmaram a morte após a realização de um exame de DNA e repassaram a informação ao consulado brasileiro.

Kayla, de 6 anos, filha mais velha de Elizabeth, morreu em consequência dos ferimentos sofridos ao ser atropelada pelo caminhão. As duas filhas mais novas da brasileira, Djulia, 4, e Kimea, de 7 meses, foram salvas pelo pai, o suíço Sylvan Solioz. Os três, chocados com a situação, continuam internados no hospital pediátrico da Fundação Lenval, onde Kayla morreu.

Já Anderson Happel, 24, foi atingido na perna pelo caminhão. Segundo a mãe dele, Geovana Happel, ele deve ficar um mês sem andar.

O pedido para que o nome de Sueli seja retirado da lista de desaparecidos já foi realizado. Os diplomatas em Nice confirmaram à reportagem que não estão procurando mais nenhum brasileiro. Com informações da Folhapress.

Fonte - noticias ao minuto

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.