POLÊMICA: CONFÚCIO MOURA DENUNCIA QUE EMATER VEM SENDO USADA 'POLITICAMENTE' E FAZ DESABAFO SOBRE O ÓRGÃO

Inicialmente o chefe do executivo rondoniense salientou a importância do órgão para a produção agrícola familiar e assistência técnica em Rondônia. Em seguida, ele criticou que apenas 40% do estado recebe a cobertura da Empresa.
Segunda-Feira, 18 de Julho de 2016 - 11:48

A primeira postagem do Governador Confúcio Moura (PMDB) em seu blog na internet, depois do recesso de uma semana, veio com tom de desabafo e críticas. Neste domingo (17), Moura destinou 50 linhas para falar na fundação e “refundação” da Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (EMATER-RO).  

Inicialmente o chefe do executivo rondoniense salientou a importância do órgão para a produção agrícola familiar e assistência técnica em Rondônia. Em seguida, ele criticou que apenas 40% do estado recebe a cobertura da Empresa.

O governador blogueiro continua sua sessão de desabafo afirmando que existe uma injustificável concentração de pessoal da Emater na capital, Porto Velho e que ribeirinhos, agricultores, indígenas e comunidades do entorno das unidades de conservações no interior não estão sendo atendidos pelas equipes técnicas.

“Por serem os servidores atuais, todos contratados pelo regime da CLT e mesmo que não fossem, o técnico deve estar onde o serviço precisar dele e possa melhorar as condições de renda e vida das pessoas. Além de contribuir para o controle do desmatamento criminoso e  reduzir práticas ineficientes de cultivo da terra. Diante de tudo isto, eu perguntei para muitas pessoas,  os motivos do quadro de lotação do pessoal ficar tão concentrado? – A resposta  que obtive é que tudo tem acontecido, por um mecanismo natural de acomodação, ou seja, a lei do menor esforço”, continuou.

Moura denunciou na sua postagem que a Emater tem sido usada politicamente. “A EMATER tem sido muito usada “politicamente”, ao longo do tempo. E isto é simplesmente péssimo. O técnico como cabo eleitoral, não se justifica. Constituindo no ato de improbidade e crime realmente comprovado. Diante destes fatos relatados, o que espero de agora em diante, é a refundação da EMATER, sobre novos propósitos para o nosso Estado”, denunciou.  

Usando de um tom “desesperador“, o executivo maior diz que precisa da Empresa para cobrir todo o estado. Segundo Confúcio, todo mês o povo rondoniense contribui com aproximadamente R$ 90 milhões de reais por ano com a Emater, e afirmou “Émuito dinheiro”.

“O Estado e eu como governador, estou precisando da EMATER. E eu falo, sem cerimônia, mais uma vez, ESTOU PRECISANDO DA EMATER. Para cobrir o Estado inteiro, para jogar pra fora toda a sua experiência, agora, neste momento, muito especial que o Brasil vive. Eu preciso da Emater para um choque novo na mentalidade dos nossos pequenos agricultores, para incorporarem novas tecnologias no café, no leite, no cacau, no peixe, enfim, em tudo”, escreveu.

Fonte - NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.