EXAME DE DNA CONFIRMA MORTE DE BRASILEIRA NO ATENDADO NA FRANÇA

De acordo com o programa, até o momento, a mãe de Elizabeth, Inês Gyger, não teria informações sobre o corpo da filha e o da neta, Kayla, de seis anos, que também morreu no ataque.
Domingo, 17 de Julho de 2016 - 21:45

A morte da carioca Elizabeth Cristina de Assis Ribeiro, de 30 anos, foi confirmada na noite deste domingo (17), por meio de exame de DNA. Ela estava desaparecida desde o atentado na cidade de Nice, na França. A informação foi dada para família e divulgada no Fantástico. 

De acordo com o programa, até o momento, a mãe de Elizabeth, Inês Gyger, não teria informações sobre o corpo da filha e o da neta, Kayla, de seis anos, que também morreu no ataque. As duas foram atropeladas após a queima de fogos no dia da Bastilha, na noite de quinta-feira (14).

Djulia, de quatro, e Kimea, de sete meses, foram salvas pelo pai, o suíço Silyan. Ele e as duas crianças estão internados no hospital da Fundação Lenval, em Nice, onde recebem atendimento psicológico.

A brasileira morava na Suíça desde 1998. Elizabeth, o marido e as três crianças, nascidas na Suíça, estavam de férias na cidade francesa, onde o plano era que ficariam até o início de agosto. 

Segundo o Itamaraty, dois funcionários do consulado brasileiro em Paris irão à Nice prestar assistência à família de Elizabeth.

Fonte - NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.