TRATAMENTO DIFERENTE A POLÍTICOS CORRUPTOS E A POLICIAIS BANDIDOS

Há cinco anos, o pequeno empresário Moisés Augusto Itajubá foi assassinado a tiros em Alto Paraíso. O crime nunca foi esclarecido. O irmão da vítima, o jornalista Tadeu Itajubá, do site O Combatente, publicou na época uma grave denúncia: o assassinato estaria ligado a um grupo de extermínio dentro da Polícia Militar rondoniense
Sexta-Feira, 08 de Julho de 2016 - 09:16

Há cinco anos, o pequeno empresário Moisés Augusto Itajubá foi assassinado a tiros em Alto Paraíso. O crime nunca foi esclarecido. O irmão da vítima, o jornalista Tadeu Itajubá, do site O Combatente, publicou na época uma grave denúncia: o assassinato estaria ligado a um grupo de extermínio dentro da Polícia Militar rondoniense. Tanto tempo depois, a verdade começa a aparecer, não só em relação a esse caso como a muitos outros. Um total de 250 agentes federais foram mobilizados, além de avião e helicóptero, para desarticular o grupo agora descoberto. Foram várias prisões, apreensões e uma lista enorme de acusações contra os bandidos, que vão de extermínio (o Tadeu tinha toda a razão!), à corrupção, agiotagem, ameaças e uma série de crimes. Tudo isso resume em que mãos estava nossa segurança, em relação a esse grupo, que é muito pior que a bandidagem organizada. É gente que deveria nos defender, mas que, disfarçada de autoridade, se tornou perversa e assassina. O único senão em todo o excelente trabalho da Polícia Federal, é que ela  não tenha imediatamente divulgado os nomes de todos os envolvidos. Sempre lépida em anunciar prisões e dar os nomes de presos por corrupção (políticos e empresários), em outras operações, a PF agiu diferente quando desbaratou a quadrilha de policiais em Rondônia. Esses também, tal qual os corruptos, deveriam ser muito bem conhecidos da população.

Policiais, agentes penitenciários e até um  jornalista, estão envolvidos em execuções, chantagens, ameaças e corrupção de todos os tipos. Essa praga que assola parte da nossa polícia (a banda podre) tem que ser extirpada. Não bastam prisões e condenações. A coletividade tem direito a saber os nomes e ver as caras de todos esses bandidos disfarçados de agentes da lei. Se uns são claramente mostrados à opinião pública, todos devem ter o mesmo tratamento.  A lei e a Justiça têm que ser iguais para todos. Ou não?

INJUSTIÇA COM OS BONS

O fato de deixar no anonimato esses policiais/bandidos (ou seria bandidos/policiais?), não é só um acinte contra a coletividade. É também um desrespeito aos verdadeiros homens e mulheres da lei, que se sacrificam, que dão a vida para proteger a sociedade e que acabam sendo colocados na vala comum, pela opinião pública, já que não se separa o joio do trigo. PMs e policiais civis mortos em ações contra criminosos resumem muito bem o que está se tentando dizer. Ao manter na obscuridade tantos criminosos disfarçados de agentes da lei, as autoridades responsáveis pelo desmantelamento da quadrilha cometem uma grande injustiça, também, com a grande maioria dos policiais decentes.

CEM POR CENTO

Tem que tirar o chapéu para a parceria entre órgãos do governo do Estado e os produtores rurais, na questão do combate à aftosa. Na última campanha de vacinação realizada no Estado, foi batido novo recorde de imunização de praticamente todo o rebanho rondoniense, de quase 13 milhões e 200 mil cabeças de gado. Os índices de imunização chegaram a 99,95 por cento. Apenas 1.291 cabeças não foram vacinadas dentro do período da campanha, mas o foram logo depois. Cidades como Ministro Andreazza, Alta Floresta, Guajará Mirim, Itapuã do Oeste, Nova União e algumas outras, chegaram a 100 por cento de vacinação. A parceria do governo, via Idaron e criadores demonstra que Rondônia é exemplo para o pais, também nesse quesito.

 A APAE DE JARU

Emocionante. De encher o coração de alegria e esperança. Esse é o resumo de reportagem divulgada essa semana nos telejornais da SICTV/ Record, no Estado, sobre o trabalho que a APAE de Jaru realiza com crianças deficientes. A sensibilidade da jornalista Gisele Virgílio mostrou, em resumo, o esforço de uma entidade que vive sofrendo com falta de recursos e apoios e que, mesmo assim, consegue avanços impressionantes com crianças que nasceram ou adquiriram deficiências graves. A APAE de Jaru,é um retrato de todas as APAES que, sem verbas e com apoio muitas vezes só das famílias, conseguem melhorar a qualidade de vida das crianças. Quem não viu na SICTV, trate de ver quando for exibido de novo. É sensacional!

FALTA LULA E AÉCIO

Aos poucos, mesmo que lentamente, começamos a nos livrar de ao menos de alguns tipos de câncer que afetam nosso país. Faltam ainda algumas centenas, mas já é um começo. Já nos livramos de Dilma Rousseff e parte da sua turma, aquela composta por ladrões do dinheiro público. Foi o primeiro passo. Agora, outra notícia positiva para o País: Eduardo Cunha caiu fora da Presidência da Câmara. Deveria ter saído de lá direto para a cadeia, mas pelo menos já não precisaremos suportar um homem público da laia dele, comandando um dos mais importantes cargos da República, inclusive como virtual substituto do Presidente. Falta Lula e a parte de sua turma. Falta Aécio e alguns de sua turma. Tomara que nos livremos deles todos, mesmo que seja aos poucos, mas que nos livremos. Já será um grande avanço para o nosso Brasil...

VOLTA DO BOM SENSO

“Embora a nova interpretação oferecida pelo Supremo à presunção de inocência, estabelecida em cláusula pétrea da Constituição, não possua efeito vinculante, a liminar do ministro Celso de Mello recoloca a questão na pauta, de onde, aliás, nunca saiu. O problema será desfazer o que já se fez e enfrentar a gritaria generalizada”.... “Os ministros do STF deixaram de lado o bom senso na aprovação da matéria. Agora terão de enfrentar o ônus”.  Texto faz parte de extenso artigo assinado pelo presidente da OAB rondoniense, Andrey Cavalcante, sobre decisão de um ministro do STF contra decisão inconstitucional do próprio Supremo, que autorizou a prisão em segunda instância, sem que o processo tivesse transitado em julgado. Tema dos mais complexos...

PERGUNTINHA

Será que a Presidente afastada Dilma Rousseff irá mesmo à abertura das Olimpíadas, conforme ameaçou, mesmo correndo o risco de levar a maior vaia da história dos Jogos em toda a sua história?

Fonte - sergio pires

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.