EX-CORTADOR DE CANA E FILHO DE PEDREIRO SE EMOCIONA AO SE FORMAR EM MEDICINA

Tímido, ele chorou ao ficar de pé para receber a homenagem.
Quinta-Feira, 30 de Junho de 2016 - 17:16

A vida dele, dos 7 aos 15 anos de idade, foi dura, cortando cana, mão de obra infantil. Mas ele batalhou para mudar o destino e sua luta foi reconhecida com aplausos e emoção na última quarta-feira, 29, quando Jonas Lopes da Silva ser formou médico, aos 30 anos.

A colação de grau foi no Teatro Guararapes, em Olinda, PE. Ele se formou pela Universidade de Pernambuco (UPE) e foi homenageado pelos formandos durante a colação.Tímido, ele chorou ao ficar de pé para receber a homenagem.

“Não existem vidas comuns. Apesar de termos tantos milagres hoje a contar, a turma 95 escolheu um desses milagres para receber o grau (de médico) em nome de todos nós. Antes de ser estudante de Medicina ele lutou contra a exploração de mão de obra infantil nas usinas de cana-de-açúcar no interior de Pernambuco”, discursou a oradora da turma, Débora Lima.

Os parentes foram em comboio prestigiar o novo doutor da família. Os pais, os irmãos, cunhados, primos e tios também aplaudiram a conquista de Jonas. Verdadeira história de superação.

Jonas trabalhava com a mãe cortando e limpando cana-de-açúcar nos engenhos da cidade de Joaquim Nabuco, na Zona da Mata pernambucana, onde mora com sua família. “Foi um tempo difícil. Meu pai é pedreiro, somos sete filhos. Ele viajava para outros Estados para arrumar trabalho, enquanto minha mãe cuidava da gente. Se não trabalhássemos, não havia o que comer”, conta Jonas em entrevista ao Jornal do Comércio.

Fonte - Yahoo

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.