DIA DO COMBATE AO TRABALHO INFANTIL É LANÇADO COM PARTICIPAÇÃO DA JUSTIÇA DO TRABALHO NO LIXÃO DE PORTO VELHO

Na ocasião foram distribuídas às crianças um kit pedagógico contendo caderno, lápis de cor, lapiseira, borracha, cola apontador, régua e materiais informativos sobre o trabalho infantil.
Quinta-Feira, 23 de Junho de 2016 - 15:05

A Justiça do Trabalho participou dia 9 de junho de 2016, de atividade alusiva ao Dia Contra o Trabalho Infantil envolvendo crianças que frequentam a Escola Municipal de Ensino Fundamental João Afro Vieira, no bairro Vila Princesa (Lixão Municipal) em Porto Velho (RO).

A Ação foi organizada pelo Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil de Rondônia (FEPETI/RO) e fez parte da ação internacional com propósito de combater o trabalho infantil e está inserida na  programação de atividades alusivas à Semana de Conscientização do Combate ao Trabalho Infantil promovida pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e Tribunal Superior do Trabalho (TST) com adesão de todos os Tribunais Regionais do Trabalho e Ministério Público do Trabalho.

O juiz auxiliar da presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (TRT14), Edilson Cortez, um dos gestores regionais do programa de combate ao trabalho infantil e incentivo à aprendizagem, ressaltou a importância de realizar ações preventivas com tentativa de coibir a exploração do trabalho infantil, que acontece normalmente em comunidades como a Vila Princesa, que possui cerca de 800 moradores,  quase todos envolvidos com o trabalho de reciclagem em torno do lixão. "Foi essa realidade que nos motivou a fixação das crianças da referida comunidade na escola, realizando ações integradas esclarecendo aos pais, os malefícios da exposição das crianças ao trabalho precoce", esclareceu o magistrado.

Na ocasião foram distribuídas às crianças um kit pedagógico contendo caderno, lápis de cor, lapiseira, borracha, cola apontador, régua e materiais informativos sobre o trabalho infantil e participaram de oficinas lúdicas orientadas por voluntários mobilizados pela rede de enfrentamento ao trabalho infantil coordenada pelo FEPETI/RO.

A rede de enfrentamento é composta por órgãos e instituições, entre eles o TRT14, Ministério Público do Trabalho da 14ª Região (MPT14), Ministério Público do Estado (MPRO), Secretaria de Ação Social do Estado e do Município de Porto Velho (SEAS e SEMAS), Superintendência Regional do Trabalho (SRTE/RO).

Fonte - assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.