ASSÉDIO SEXUAL - POR JÚNIOR CAHULLA

O agressor do assédio tenta mascarar a sua atitude dizendo ser 'somente uma brincadeira'.
Quinta-Feira, 16 de Junho de 2016 - 15:21

É um tipo de coerção de caráter sexual, e isso ocorre normalmente no ambiente de trabalho por uma pessoa hierárquicamente superior e a vitima é um subordinado, mas esse tipo de crime ocorre também do subordinado para com o superior. E isso não ocorre só no ambiente de trabalho, mas pode ocorrer em diversos ambientes. Um exemplo de local onde o assédio ocorre é no meio acadêmico.

O assédio sexual tem definição no código penal brasileiro no artigo 216-a, que diz que o crime de assedio sexual consiste no fato de o agente "constranger alguém co o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, prevalecendo-se o agente de sua condição de superior hierárquico ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função".

O assédio sexual é o tipo de crime que quem comete ameaça a vítima dizendo palavras do tipo "gostosinha, se eu te pego te quebro ao meio", mas quem comete esse crime não entendem que tipificado como crime aqui no brasil e dizem em sua defesa: "Ah, mas isso foi uma brincadeira," ou "eu não consigo entender como as pessoas não  levaram na brincadeira em se tratando de mim, que perco um amigo mas não perco a piada" (palavras de mc biel).

E coloco um trecho das palavras de MC Biel para caracterizar o tipo de defesa de quem assedia uma vitima faz, que na maioria das vezes são mulheres, mas isso também pode ser caracterizado para os homens.

Esse crime é um ato nojento por parte de quem o pratica, sim pois, quem sofre essa agressão merece respeito, pois assim como agressor é "considerado um ser humano", se é que dá para chamar o agressor de ser humano, a vítima também ser humano.

E para acabar com a prática do assédio sexual e do estupro, também depende da vitima ter coragem de denunciar quando se sentir incomodada com qualquer gesto que caracterizar o assédio sexual, e não pode se esconder só pelo fato do agressor ser seu chefe superior ou por ser uma pessoa conhecida ou famosa.

O agressor do assédio tenta mascarar a sua atitude dizendo ser "somente uma brincadeira". É impressionante ver algumas mulheres defendendo esse tipo de atitude de fulano ou sicrano. O assédio é crime sem sombra de duvidas, mas para a conduta parar de acontecer no Brasil não pode ser considerada como se não fosse nada e sim deve-se criminalizar e responsabilizar os responsáveis. Porque as mulheres têm direito de ser mulher e vestir a roupa que quiser sem medo de serem assediadas ou estupradas.

O crime de assédio sexual acontece aqui no Brasil a todo instante, pois nossa sociedade ainda é muito machista e muitos homens ainda encaram a mulher como um objeto sexual, e dizem barbaridades para passar uma imagem de garanhão, pegador ou comedor perante elas, e muitas aceitam, só que tem outras que não, e acabam tomando atitudes como foi o caso da jornalista do portal iG que denunciou o MC Biel por assédio sexual.

Nossa sociedade em um país como Brasil que em pleno século XXI luta por direitos iguais para todos e é inconcebível aceitar que haja um tipo de comportamento de homens para mulheres e entre os sexos.

Pense nisso.       

Fonte - Junior Cahulla

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.