A BIBLIOTECA FRANCISCO MEIRELLES E O DEPARTAMENTO REGIONAL DO SENAC REALIZA TARDE DE DIÁLOGO

A atividade é realizada por meio de um convênio da Biblioteca Francisco Meirelles e a instituição.
Quinta-Feira, 09 de Junho de 2016 - 08:37

A Biblioteca Francisco Meirelles promoveu mais uma edição da Tarde de Diálogo, nesta quarta-feira, 08 com a participação de 70 alunos da Escola Barão do Solimões e do Senac. Desta vez a Tarde de Diálogo está inserida na 5ª Semana do Meio Ambiente do Senac. A atividade é realizada por meio de um convênio da Biblioteca Francisco Meirelles e a instituição.

Adson Kleber, diretor da Biblioteca, explica que todo mês trabalha uma temática e neste é o Meio Ambiente. “Além desta atividade estamos com exposições para a população. Hoje os alunos puderam ver o documentário: O Rio Madeira antes das Barragens de Iremar Ferreira. E o nosso convidado debateu com os presentes sobre as temáticas. Queremos estimular um pensamento crítico sobre o assunto. O convênio que temos com o Senac é de dois anos e foi assinado em abril de 2016 entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a instituição. A cooperação possibilita o conhecimento e enriquecimento de ambos” afirma.

O convidado desta edição, o professor do Programa de mestrado e doutorado de Desenvolvimento Regional em Meio Ambiente, Artur de Souza Moret, trabalhou com os jovens estudantes sobre desenvolvimento e sustentabilidade. Abordou estes temas em relação aos grandes empreendimentos realizados em Poto Velho, buscando fomentar um censo critico.

O convite da Biblioteca e do Senac em participar de uma motivação critica sobre Porto Velho antes das barragens e refletir sobre o que ficou depois delas e como poderia não ter ficado se houvesse um diálogo maior com a sociedade é importante. Se tivessem imposto condições, a gente não teria as consequências que temos hoje. A ideia é fomentar esta discussão. Um fato importante é saber que a cidade foi construída a partir de ciclos e fica uma questão a se pensar: qual ciclo será construído a partir de então. Queremos jovens que serão cidadãos que daqui pra frente vão dirigir a cidade, terão direto a voz e voto. Precisamos aguçar nessa juventude a capacidade deles de participarem e intervirem definitivamente”, disse Artur Moret.

Texto Rebeca Barca | Fotos Roseval Guzo

Fonte - Comdecom Prefeitura de Porto Velho

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.