DEPUTADO JESUÍNO SE REÚNE COM SECRETÁRIO DE SAÚDE E TRATA SOBRE DOAÇÃO DE MÉDULA ÓSSEA

O Deputado Jesuíno citou o alto índice de pessoas que possuem câncer em Rondônia
Terça-Feira, 07 de Junho de 2016 - 09:02

Nesta segunda-feira (6) o Deputado Jesuíno Boabaid (PMN) esteve reunido com o Dr. Luis Maiorquim, da Secretaria de Estado da Saúde (SESAU), juntamente com a Secretária Adjunta Maria do Socorro, Ada Dantas, Presidente da Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia (ASSFAPOM) e também com o Sr. Raimundo Nonato Soares, que é Presidente do Conselho Estadual de Saúde. No encontro foi tratado sobre a situação em que se encontra a doação de medula óssea no Estado de Rondônia, bem como meios para que se ampliem as doações.]

Atualmente, a cota anual de doações limitadas em Rondônia é de 6.090 (seis mil e noventa), sendo que o Ministério da Saúde paga por cada exame a quantia de R$ 375,00 (trezentos e setenta e cinco reais). Além disso, ainda é pago R$ 27,50 (vinte e sete reais e cinquenta centavos) para cada coleta de sangue.

O Secretário Maiorquim afirmou que há o interesse da SESAU em aumentar o número de cotas, porém, a parte mais interessada neste quesito é a do laboratório, que teria um lucro ainda maior.

O Deputado Jesuíno citou o alto índice de pessoas que possuem câncer em Rondônia, vindo a lamentar sobre essa doença que assola o nosso Estado, vindo a destruir famílias e colocando fim a sonhos de centenas de pessoas, muitas delas crianças.

O processo de formação do câncer é chamado de carcinogênese e, normalmente ocorre lentamente, podendo levar vários anos para que uma célula cancerosa prolifere e dê origem a um tumor visível. A carcinogênese é um processo altamente complexo do qual participam fatores de risco herdados e fatores de risco ambientais, como a alimentação, o tabagismo, a ocupação e a exposição à radiação e a agentes químicos.

POSSÍVEIS CAUSAS DO CÂNCER:

Fatores Externos:

Exposição às radiações;

Exposição a produtos químicos;

Vírus;

Consumo de cigarro;

Consumo de álcool;

Dieta inadequada;

Falta de exercício físico;

Exposição ocupacional.

Fatores Internos:

Sistema imunológico comprometido;

Predisposição genética;

Hormônios.

Finalizando, o Secretário Maiorquim afirmou que irá oficializar o pedido de aumento cota para o Ministério de Saúde, com o intuito de realizar mais exames e consequentemente aumentar as chances de algum doador ser compatível com algum paciente.

Fonte - assessoria

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.