ÉTICA E PRINCÍPIOS DE VIDA

Paralelamente, ao transgredirmos regras, leis ou princípios estabelecidos, a culpa nos castiga, a consciência nos acusa e vivemos desconfortos e sensações muito incomodas. É penoso, para dizer o mínimo!
Domingo, 29 de Maio de 2016 - 10:06

*João Antonio Pagliosa

Prezado leitor, viver e agir com ética é prazeroso, agradável e sempre muito reconfortante a nossa alma. Viver e agir com ética e respeitando seu interlocutor, nunca é uma concessão ao outro, antes é um grande presente e uma verdadeira dádiva a você mesmo.

Precisamos sempre crescer como pessoas humanas. Os sábios estão diuturnamente reciclando e lapidando seus conhecimentos, e este crescimento quando espiritualmente alinhado, nos aproxima do divino, e ao realizarmos uma ação benéfica, invariavelmente tranquilizamos nosso espírito e agradável sensação de conforto e bem estar se apodera de nós.

Paralelamente, ao transgredirmos regras, leis ou princípios estabelecidos, a culpa nos castiga, a consciência nos acusa e vivemos desconfortos e sensações muito incomodas. É penoso, para dizer o mínimo!

Precisamos todos aprender que não fomos criados para ser independentes, (este é um erro crasso para milhões de pessoas), e em Hebreus, 13:17, lemos: "Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo, porque isto não aproveita a vós outros."

Princípios, são verdades infalíveis que se encontram na palavra de DEUS, e que devem ser implementados em vossa vida cotidianamente, até se tornar um hábito. Quando determinado princípio se torna um hábito, este princípio está consolidado em nossa vida, ou seja, aqui não mais transgrido.

Os princípios foram criados para serem observados e consolidados em nossa vida e em nosso espírito, e o discipulado é criação e ensinamento de JESUS, por isso precisamos obedecer e ser submissos a nossos líderes espirituais. 

Frequentemente digo a meus filhos: "Quem obedece, não sofre."

Esta é uma realidade tão simples, tão singela, mas eficientíssima.

Por vivermos um mundo assaz competitivo, precisamos a todo instante provar e comprovar nossas competências, porque nada é fácil para ninguém que se propõe a vencer honestamente, e é imperioso enfrentar com galhardia as dificuldades cotidianas.

Então, nunca perca a calma e nunca se lamente ao enfrentar obstáculos e problemas que a vida lhe reserva, e principalmente nunca alimente seus problemas tornando-os maiores do que efetivamente são. Alimentar problemas é dar-lhe corda, postergá-lo e não resolvê-lo. E reclamar, só lhe prejudica.

Na realidade nua e crua, os problemas nunca são tão sérios quanto parecem num primeiro momento, e quando os enfrentamos com coragem, conhecimento, fé na vitória e em oração, sempre encontraremos alternativas com soluções honrosas e viáveis.

Precisamos aprender que somos dependentes de DEUS e não das situações terrenas como o seu chefe no trabalho, ou o seu gerente no banco.

Trabalhe sem se importar com as situações sobre as quais não tem controle. Dê o seu melhor, sonhe e clame o socorro de DEUS, porque Ele nunca abandona aliados. Faça a sua parte com todo amor e confiança que DEUS fará a parte dele.

O exemplo de José, filho de Jacó e Rebecca, é extraordinário porque ele venceu sem nunca se importar com as terríveis circunstâncias que o rodeavam. Mesmo sofrendo na pele as injustiças mais desumanas, nunca sossobrou, nunca desistiu, nunca reclamou. Sempre colocou a sua confiança em Deus, e por isso chegou onde chegou, de escravo ao segundo homem mais poderoso de todo o Egito.

Nós precisamos fazer o mesmo. Lutar, confiar, até as últimas consequências, até o fim. Cumprir aquilo que nos compete cumprir. Isso é honra! Isso é glória! Por isso, seremos honrados! Por isso seremos glorificados!

Em Êxodo, 15:13, está escrito: "Com o teu amor conduzes o povo que regataste; com a tua força, tu o levas à tua santa habitação." Pare e reflita alguns minutos sobre a grandiosidade deste versículo.

Que maravilha seria vivermos todos em princípios consolidados, que fantástico seria se nossos homens públicos fossem minimamente éticos e consolidassem os sete princípios abaixo:

1-CARÁTER: É um conjunto de características psicológicas e morais que caracterizam uma pessoa. Em todas nossas ações, o caráter imprime e produz a marca do indivíduo, expressando-a em todas as áreas de sua vida.

2-SOBERANIA: É a qualidade de exercer autoridade máxima, e de decidir com total autonomia. A soberania precisa ser exercida em nosso raciocínio e ela estabelece e expressa o padrão de pensamento bíblico, fundamentado na verdade absoluta.

3-União: Aqui é mister a ênfase que não fomos criados para ser independentes (ver Hebreus 13:17) e o princípio da união estabelece a unidade, isto é, algo único e indivisível. A unidade resulta da própria vontade de estabelecer acordos nos relacionamentos, para um propósito comum.

4-MORDOMIA: A mordomia é um princípio que tem tudo a ver com a administração dos bens que nos cercam. Ela traduz a consciência e atitudes de cuidado com o próximo, consigo mesmo, e com a propriedade, que cada um de nós deve ter. Exatamente por não existirem atitudes de cuidado com o próximo, ocorrem abusos no 
uso do patrimônio público, e inúmeros privilégios são obtidos por alguns em prejuízo de outros.

5-SEMEAR e COLHER: Indubitavelmente todas as nossas atitudes e nossa conduta, geram consequências e o princípio de semear e colher, tem tudo a ver com obediência.Obedeça as suas lideranças, aceite os desafios e reflita sobre as conseqüências, após esta decisão.Evidentemente que sempre dentro dos princípios cristãos.

6-AUTO GOVERNO: Este é o princípio que me ensina a liberdade de exercer domínio sobre a minha mente e sobre minhas ações. A conduta de minha vida é minha decisão, mas se for sábio, entenderei que minha vontade necessita estar alinhada com a vontade de DEUS. Então sou servo e obedeço, mas entendendo que a promessa de vida em abundância é real.

7-INDIVIDUALIDADE: Este princípio é a nossa identidade e reconhece cada homem e cada mulher, cada criatura de DEUS, como seres únicos e distintos. 

É a mega hiper super diversidade da criação do Todo Poderoso.

O capítulo 17 do livro de Jeremias, evidencia que o pecado engana e destrói. O versículo 9 enfatiza que o coração nos engana, ele está sempre propenso a dizer NÃO aos princípios estabelecidos por DEUS, por isso é desesperadamente corrupto.

Então, á todos os corruptos de plantão, (a lista é bem extensa, não é prezado leitor), acordem para esta verdade bíblica, mudem o seu procedimento, arrependam-se de seus mal feitos para com a nação e seu povo. O tempo está findando e não adianta acumular riquezas que você não vai usufruir.

Caro leitor, se me seguiu até este ponto, quero recordar que o povo brasileiro está cansado das maracutaias e mutretas e bandalheiras e mentiras e hipocrisias e insanidades e iniquidades e impunidades de nossos políticos em todas as esferas de poder. Quiçá estes insanos recuperem a razão. É por isso que escrevo, e oro, e clamo, e não desisto nunca.

*Eng. Agrônomo 
joaoantoniopagliosa@gmail.com

www.palestrantejoaopagliosa.blogspot.com.br

Fonte - João Antonio Pagliosa

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.