TALK SHOW APRESENTA PAPEL DO COOPERATIVISMO NO MEIO RURAL

Para saber mais sobre o que o Sebrae apresenta na Rondônia Rural Show deste ano, acesse www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800.
Sexta-Feira, 27 de Maio de 2016 - 16:21

Ao final da apresentação sobre cooperativismo no espaço palestras da 5ª Rondônia Rural Show, no dia 25 de maio, foi realizado um talk show onde participaram representantes de entidades como Sebrae, Emater, Seagri Senar e OCB, com uma plateia que além das representatividades contou com grande participação de produtores rurais membros de cooperativas. A abertura dos trabalhos se deu com a apresentação das instituições e o papel de cada uma na capacitação para impregnar o espírito associativo nos produtores rurais.

Todos os participantes da mesa revelaram especial força de trabalho no desenvolvimento de vetores para fortalecer ideais do cooperativismo no estado de Rondônia. Os questionamentos foram vários e todas as instituições ofereceram soluções com a clareza necessária à compreensão do público presente.

O Sebrae, devido a imagem de serviço de apoio aos pequenos negócios, recebeu uma considerável quantidade de perguntas que tinham por foco a visão de retorno aos empreendimentos no agronegócio. A coordenadora das atividades do Sebrae na 5ª Rondônia Rural Show, analista Maria Tereza Marangon foi a representante do Sebrae designada para participar da mesa e a ela foram dirigidas as perguntas. No total de questionamentos pode-se resumir as dúvidas em explicar o papel do Sebrae para orientação, em busca dos melhores negócios, e nas soluções para as dificuldades encontradas junto ao mercado.

Maria Tereza explicou aos participantes que além do material disponível em seu acervo, o conteúdo de resultados que o Sebrae atualmente pode oferecer, se baseia nos diagnósticos gerados pelo 1º Fórum do Agronegócio realizado em Cacoal 11 de maio. Quando foi questionada sobre as dificuldades que os produtores encaram na produção, descreveu que as ações do Sebrae estão pautadas na metodologia “No Campo” que capacita empreendedores rurais a melhor gerir os seus negócios da porteira para dentro. Quando foi perguntada sobre as dificuldades de comercialização respondeu que as rodadas de negócios realizadas aproximaram os produtores com os clientes compradores de maior escala e que estes, por várias vezes não puderam ser atendidos de pronto, por falta de produtos como peixe, por exemplo, e outros elos da cadeia produtiva do agronegócio.

Maria Tereza esclareceu que soluções que partem do associativismo são as respostas nestas situações, quando não se tem produto suficiente para atender uma demanda de maior escala, torna-se importante o comportamento associativo quando vários produtores reúnem seus produtos até completar o volume necessário para atender aos clientes. Fechou suas explicações descrevendo cada uma das atividades realizadas pelas Unidades do Sebrae para com as alternativas de atendimento ao meio rural. Descreveu os projetos existentes para o café, a cadeia produtiva do leite, piscicultura e as vertentes disponíveis para atender ao agronegócio.

O talk show foi um sucesso e o público participante tomou conhecimento de projetos que até então passavam como inexistentes, mas que com a apresentação poderão ser acessados pelos produtores rurais. Tiveram o entendimento que não somente a tecnologia se presta a agregação de valores às commodities comercializadas, mas a inovação e criatividade no mercado podem fazer os diferenciais de competitividade no mercado. Tudo isso, é claro, fortalecido pelo espírito associativo tão importante para o desenvolvimento do cooperativismo.

Fonte - Denis Pinto De Farias

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.