SERVIDORES DA ENFERMAGEM PARALISAM ATIVIDADES NO HOSPITAL E PRONTO SOCORRO JOÃO PAULO II - VÍDEO

Em vídeo, Flávio Leite presidente do SINDERON (Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do Estado de Rondônia) explicou os reais motivos, confira.
Sexta-Feira, 06 de Maio de 2016 - 20:35

Porto Velho, RO - Na noite desta sexta - feira (6) servidores da enfermagem lotados no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, paralisaram as atividades por cerca de duas horas reivindicando a faixa salarial oferecida pelo Governo. Os profissionais explicaram para a equipe de reportagem que no dia 6 de Abril deste ano, após uma assembléia que aconteceu no auditório do STICCERO, ficou deliberado que a primeira proposta apresentada pelo governo ficou aceita na seguinte proporção:  30% sobre o vencimento, e o aumento de 154% da GAE nível superior no valor de R$1.450,00, nível médio R$607,00, nível fundamental R$ 454,00, e que a jornada dupla de trabalho sendo conforme a constituição federal.

Em resposta a morosidade do Governo do Estado em aprovar a própria proposta sobre  o PCCR, foi iniciada uma mobilização de paralisação de duas horas dos servidores estaduais nos Hospital de Base, Cemetron e Hospital e Pronto Socorro João Paulo II. Em vídeo, Flávio Leite presidente do SINDERON (Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do Estado de Rondônia) explicou detalhadamente a situação. Os profissionais afirmaram que se não houver a resposta do governo após estas solicitações, haverá uma greve geral dos servidores estaduas da Enfermagem.

 

Fonte - NewsRondônia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.