News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 21 de Junho de 2021

Livre

PAINEL ERRADO. A MAIORIA DOS RONDONIENSES É CONTRA DILMA

PERGUNTINHA: Se com toda a mídia e parte boa parte dos brasileiros atacando a ele nas redes sócias, como explicar que o ex Presidente Lula continue sendo o preferido da maioria do eleitorado?
Ter?a-Feira, 12 de Abril de 2016 - 08:26

Nas redes sociais, há muitas cobranças em relação ao voto dos rondonienses da Câmara Federal. Por desinformação, o painel com os votos, colocado agora em Brasília, dá como certos apenas dois dos deputados federais como a favor do impeachment: Mariana Carvalho e Marcos Rogério. Erro grosseiro. Lúcio Mosquini  foi o primeiro a anunciar que votaria contra Dona Dilma. Ronilton Capixaba, em suas andanças pelo Estado, disse o mesmo. Todos os quatro repetiram em público; ante câmeras e microfones, que votarão pelo impeachment. Mas há mais.  Garçon entrou para o PRB, que foi o primeiro partido a romper com a base aliada do governo. Por ordem do partido, Garçon, que é pré candidato a Prefeito de Porto Velho, ficará contra a Presidente. Luiz Claúdio, do PR, é da base aliada.; Como votará? Ainda não disse. Há ainda duas dúvidas, embora elas sejam dissipadas por declarações de bastidores. Expedito Neto, mesmo no  PSD aliado, vai votar pelo sim, para tirar Dilma, atendendo pedido dos seus eleitores e certamente de seu pai e mentor político, o presidente regional do PSDB, Expedito Júnior.

Marinha Raupp merece um comentário especial. Ela é, disparada, a representante do Estado que mais conseguiu recursos para Rondônia, praticamente em todas as regiões. Suas emendas atenderam de ginásios esportivos a asfaltamento de rodovias federais. Tem uma atenção especial da Presidente, de quem se tornou próxima. Os problemas começam aí. Seu partido, o PMDB rompeu com o governo. Seu marido, o senador Valdir Raupp é, publicamente, a favor  do impeachment. Mesmo a contra gosto pessoal, Marinha pode  votar contra sua amiga. No Senado, Raupp e Cassol são contra Dilma. O único voto favorável que ela terá será de Acir Gurgacz, do PDT, que vai contrariar a maioria do seu eleitorado e ficar com Dilma.

LULALÁ!

Não adianta chiar: aqueles que os petistas chamam de coxinhas, fazem muito barulho, mas na hora do voto, quem está na frente são os representantes da esquerda, ou seja, os mesmos que estão no poder. Pesquisa desse domingo da Data Folha, apontou que se houvesse uma eleição presidencial hoje, o eleito seria ninguém menos do que Luis Inácio Lula da Silva. Isso mesmo! Aquele que está sendo execrado país afora, na maioria dos casos merecidamente.  Na pesquisa, Lula tem 21 pontos. Marina Silva vem em segundo, com 19, empatada com Lula. Aécio Neves é o terceiro, com 17. Lá atrás, em quarto lugar, com oito pontos, o ultra direitista Jair Bolsononaro. Ou seja, a maioria dos brasileiros quer um governo de esquerda. Essa é a verdade!

DOENÇAS QUE SE REPETEM

Não bastasse as doenças transmitidas pelo mosquito – dengue, chicungunya e zika vírus – agora a população brasileira está também à mercê de um tipo de gripe que pode matar. A H1N1 se espalha pelo país com velocidade assustadora, causando grande número de mortes. Em Rondônia, há pelo menos dois casos fatais confirmados e uma dezena e meia de suspeitos, em Vilhena, Cacoal e Ji-Paraná. A campanha de vacinação não iniciou ainda e o medo de que a doença se alastre com mais violência é de milhões de pessoas. É incrível como essas doenças andam se alastrando com rapidez incrível por todo o Brasil, sem que a saúde pública estejas preparada para enfrentar essas doenças que se repetem ciclicamente.

 PERIGO DE CONFRONTO

Brasília está se preparando para viver seus dias mais tensos, desde o Golpe Militar de 64. A votação do impeachment da Presidente Dilma vai levar para a Esplanada dos Ministérios milhares de manifestantes, contra e a favor da Presidente. Com o clima de cisão que o pais vive e as ameaças de partidários de movimentos sociais ligados ao PT de usarem de violências, não se sabe o que poderá acontecer. O ódio está latente e os dois lados estão chegando ao extremo de suas radicalizações. Tomara que nada de ruim  aconteça e tudo se dê num climas de  paz. Mas que o clima está muito perigoso, está sim!

A DROGA CONTRA O CÂNCER

Pessoas com câncer, ainda mais em estágio avançado, buscam qualquer ajuda, para tentarem achar algum tratamento que  possa prorrogar suas vidas e, na melhor hipóteses, salvá-las.  A  fostoetalonamina, uma nova droga, teria aprovado, apresentou resultados positivos em vários casos. O senador rondoniense  Ivo Cassol assumiu, no Congresso,  a luta pela liberação do remédio. Teve apoios, mas nos meios científicos e médicos, houve e há uma enorme resistência contra o uso da nova droga.  Nessa quarta, as Presidente Dilma vai anunciar se aprova ou veta o uso das pílulas contra o câncer. Milhões de doentes esperam, ansiosos, pela decisão. 

CAUSOU E ARRASOU

Embora simpatizantes do PT, do governo e da esquerda tentem diminuir, a verdade é o discurso arrasa quarteirão, feita pela deputada tucana Mariana Carvalho, na Comissão que analisa o impeachment das Presidente Dilma, foi antológico. Mariana foi aplaudida pelos defensores da saída da Presidente e suas palavras bombaram nas redes sociais. Ela responsabilizou o Governo por tudo de ruim que está acontecendo no pais e chamou de golpe a forma como a petista ganhou a eleição e como o PT e aliados transformaram o país em propriedade privada. Mariana causou. E arrasou!            

PERGUNTINHA

Se com toda a mídia e parte boa parte dos brasileiros atacando a ele nas redes sócias, como explicar que o ex Presidente Lula continue sendo o preferido da maioria do eleitorado?

Fonte - sergio pires

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.