News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 20 de Junho de 2021

Livre

PLATAFORMA UM BRASIL LANÇA NOVO FORMATO DE ENTREVISTAS PARA DEBATER UM PAÍS MELHOR

Em parceria com a BRASA, programa reúne especialistas, jornalistas e estudantes residentes em diversos países para discutir a realidade política, social e econômica brasileira.
Sexta-Feira, 08 de Abril de 2016 - 17:25

A plataforma UM BRASIL, idealizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), lança nesta sexta-feira, 8 de abril, em evento em Chicago, Estados Unidos, um novo formato de entrevistas. O UM BRASIL Talks, uma parceria com a Brazilian Student Association (BRASA) - grupo interdisciplinar de estudantes brasileiros residentes em várias partes do mundo - reúne estudantes, jornalistas e especialistas para debater soluções para um país mais equilibrado e com crescimento sustentável.

O formato propõe um debate rico em ideias, com abordagem leve e democrática, onde os participantes expõem suas visões sobre os temas em uma mesa redonda.

Na estreia do programa, um grupo de três alunos da BRASA - Duval Guimarães, mestre em políticas públicas pela Harvard University; Gustavo Haddad Braga, engenheiro elétrico e cientista da computação pelo MIT; e Gabriel Ribeiro, aluno da Northeastern University - e a jornalista Maria Cristina Poli entrevistaram o professor e consultor Vicente Falconi, uma das maiores referências em planejamento estratégico no Brasil.

No centro do debate, Vicente Falconi afirmou que o Brasil carece de gerenciamento para definir metas e colocá-las em prática: "Toda a área pública do nosso país sente muita falta disso. Acredito que se você perguntar para cada funcionário público quais são suas metas, pelo menos 90% dirão que não tem meta", ponderou. Apesar disso, Falconi apontou que a área de educação, por meio de índices e metas, é a única que dá aos governantes parâmetros para melhorar a gestão e é um exemplo para os demais setores.

Para se iniciar um indicador ou parâmetro, Falconi afirmou que é preciso cada área do governo dialogar com a população para constatar a sua satisfação e, a partir das respostas, propor metas para realizar as melhorias. Além disso, diferenciou estado e governo, sendo o primeiro composto por funcionários de carreira e especialistas, já o segundo com dirigentes eleitos pelo povo para governar.

"O governo deveria ser pequenininho, composto apenas pelo presidente, ministro da Casa Civil, seu secretário e outras poucas pessoas. O grosso mesmo deveria ser o Estado. Política é direção e estado é execução. Então planejamento estratégico não é uma coisa que você faz uma vez e é fixo, ele tem que ser refeito todo ano, por isso que eu proponho que tenhamos uma organização de estado, com recursos próprios para contratar consultorias nacionais e estrangeiras e mostrar quais são os caminhos futuros para o país", afirmou.

Fonte - Imprensa FecomercioSP

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.