News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 15 de Maio de 2021

Livre

TOMAR UM COPO D´ÁGUA EM JEJUM CONTRIBUI PARA REDUZIR O MAU HÁLITO MATINAL

Por outro lado, quem sofre de halitose não consegue se livrar facilmente do problema nem depois de escovar os dentes.
Segunda-Feira, 29 de Fevereiro de 2016 - 14:40

Estudo publicado no Jornal Internacional de Higiene Bucal sugere que tomar um copo d’água em jejum é um modo eficiente de reduzir o mau hálito matinal que incomoda tantas pessoas. Pesquisadores chegaram à conclusão de que tanto a água ingerida, como usada em bochecho, chega a reduzir 60% das substâncias que contribuem para essa sensação desagradável.

Na opinião de Katia Izola, professora da Escola de Aperfeiçoamento Profissional da APCD (Associação Paulista de Cirurgiões-Dentistas), o mau hálito matinal não necessariamente está relacionado à doença halitose, mas a um acúmulo de bactérias na boca durante as horas de sono. Nesse sentido, enxaguar a boca é uma solução provisória para combater o incômodo – já que escovar bem os dentes é sempre a melhor opção.

“Aquelas pessoas que preferem tomar o café da manhã primeiro e escovar os dentes depois podem se beneficiar desse recurso de ingerir um copo d’água em jejum. Por outro lado, quem sofre de halitose não consegue se livrar facilmente do problema nem depois de escovar os dentes. Em cerca de 90% dos casos, as alterações que levam à halitose se encontram na cavidade bucal, podendo ter origem, ainda, em falta de vitaminas, uso de determinados medicamentos, doenças autoimunes, doenças do aparelho digestivo, dieta inadequada e até mesmo alto nível de estresse. Por isso é tão importante relatar o problema ao cirurgião-dentista. Somente diante de um diagnóstico acertado é que o paciente poderá tratar a halitose de forma eficiente”, diz Katia.

Depois de identificar o mau hálito, a cirurgiã-dentista diz que é comum diagnosticar inflamação gengival, infecções periodontais, próteses mal adaptadas, e até mesmo hábitos inadequados de higiene bucal. “Geralmente, ao identificar algum desses quadros, também percebemos desvios do padrão salivar. Em determinados casos, o paciente deverá seguir um tratamento tanto com o cirurgião-dentista, quanto com um médico especializado no aparelho digestório”, diz a especialista. “Na dúvida, o paciente pode usar o próprio copo – usado de manhã para tomar água – para sentir se tem alteração anormal do hálito. Outra opção é lamber a parte interna do pulso, aguardar alguns minutos e conferir se o cheiro indica mau hálito”.

Fonte - Press Página

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.