News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 07 de Maio de 2021

Livre

SEMTRAM SOFRE DE 'ESQUECIMENTO' E UNIVERSITÁRIOS FICAM SEM ÔNIBUS EM PORTO VELHO (ATUALIZADA)

A única que conta com uma linha regular de transporte coletivo é a Universidade Federal de Rondônia (UNIR), no quilômetro 10, da BR-364, sentido Rio Branco. A rota é conhecida como Campus UNIR.
Quinta-Feira, 18 de Fevereiro de 2016 - 09:33

Todos sabem que as faculdades particulares em Porto Velho ficam bem distantes do Centro da cidade: FARO, no quilômetro 8 da BR-364 sentido Cuiabá; Fimca (Rua Araras, 241 – bairro Eldorado), também às margens da BR-364 sentido Cuiabá e a Uniron (no final da Avenida Mamoré, quase chegando também na BR-364, sentido Cuiabá). Além da distância, estas instituições de ensino superior contavam com a linha Universitária, que circulava apenas no final da tarde e à noite, de segunda a sexta-feira.

A única que conta com uma linha regular de transporte coletivo é a Universidade Federal de Rondônia (UNIR), no quilômetro 10, da BR-364, sentido Rio Branco. A rota é conhecida como Campus UNIR.

De acordo com o relato de alguns estudantes, que antigamente utilizavam a linha Universitária, há grandes dificuldades para assistir as aulas desde o dia 11 de fevereiro, quando todos retornaram às atividades. “Na segunda-feira (15), fiquei no ponto de ônibus na Jatuarana com diversos outros acadêmicos da FARO, Fimca e Uniron, pois fui informada pelo SIM por telefone que teria a linha Universitária que existia nas outras empresas (Três Marias e Rio Madeira). Ficamos das 18 às 19h30 e não passou nenhum coletivo. Alguns desistiram, pois não tinham condições de pagar quatro passagens para irem à aula. Eu peguei o Ulisses via JP, desci na Avenida Mamoré e fui a pé com mais quatro alunos da Uniron. Consegui entrar na sala às 20h35, isso porquê nossas aulas começaram no dia 11”, desabafou Helen Esteves, aluna do curso direito da Uniron.

O pior é que os acadêmicos estão sem nenhuma perspectiva se a rota será restabelecida ou não, já que ficou um jogo de empurra entre o SIM e a Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (Semtram), responsável por estabelecer o percurso e fiscalizar o transporte público em Porto Velho. Pelo jeito, a linha Universitária foi extinta sem aviso prévio. “Na terça-feira (16), voltei a ligar tanto na Semtram quanto no SIM. Um jogou para o outro e ninguém nos deu nenhuma resposta se haverá essa linha Universitária e nem a data que vão iniciar o transporte dos universitários”, disse desolada Helen Esteves.

Já houve quem encontrasse novas alternativas, mas que pesam muito mais no bolso. É o caso da estudante do curso de direito da FARO, Cíntia Barbosa, de 20 anos. “Como moro na zona Sul, que é relativamente mais perto da faculdade, eu pego carona com um grupo de amigos da sala e ajudo na gasolina, mas isso não ocorre sempre. Dependendo o dia, pego um mototáxi. Como ele é meu conhecido, a ida e volta ele faz por 20 reais. Mas, não posso pagar isso sempre. Com a linha Universitária era tudo mais fácil. Muitas vezes, quando o dinheiro está mais curto, pego quatro ônibus, ou seja, pago quatro passagens de ida e volta. Um gasto de R$ 10,40”, apontou ela.

Outro lado

Por meio de nota, a assessoria de imprensa do Consórcio SIM informou ao News Rondônia “que a questão de rotas de ônibus é determinada pela Semtran. O Consórcio SIM não pode efetuar rotas fora do que consta no contrato. Ou seja, a linha Universitária não consta das rotas determinadas pela Semtran ao SIM. Desta forma, a empresa não pode incluir veículos em um trajeto que não constam da rota fornecida pelo órgão municipal”.

 

Somente após a divulgação da matéria, a Semtran se manifestou. A Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Porto Velho alegou que o secretário estava em diversas reuniões, por isso, não se manifestou antes da publicação da reportagem. Mas, a nota garante que a partir da próxima segunda-feira (22), haverá ônibus disponíveis para os acadêmicos. “O sistema de transporte coletivo urbano de Porto Velho, em tempos passados, disponibilizou trajetos que atendiam em horários específicos às demandas de estudantes das faculdades São Lucas, FARO e Uniron. Esses trajetos, denominados de Linhas Universitárias, serão novamente atendidos pelo Sistema Integrado Municipal (SIM), a partir da próxima segunda-feira (22)”.

 

O secretário municipal de Transportes e Trânsito (Semtran), Carlos Guttemberg, apontou que as linhas existiram anteriormente, mas haviam sido extintas pelas antigas empresas que operavam o sistema de transporte coletivo, por motivo de falta de capacidade operacional. “Nós estamos envidando esforços junto ao Consórcio SIM, que já se comprometeu com o retorno das linhas já na próxima semana. Ainda estamos ajustando os quadros de horários e quantidades de ônibus que poderão ser disponibilizados para o atendimento a essa demanda, mas já adiantamos que elas voltarão a ser atendidas com eficiência”, disse Guttemberg por meio de nota.

 

No período, enquanto as linhas não voltam a ser atendidas, os alunos das faculdades deverão pegar os ônibus das linhas disponíveis e fazerem integração com as linhas próximas. Abaixo, segue o esquema das linhas em conformidade ao que previamente foi acordado entre as empresas e a Semtran.

 

Ida

 

Universitária I - 18:10 - Terminal do Bairro Ulisses Guimarães/São Lucas

 

Universitária II – 18:00 - Terminal Guajará (Calama c/ Guaporé)/Faro

 

Universitária III - 18:00 - Terminal Norte Sul (Conj. Rio Candeias)/Uniron

 

Volta

 

Universitária I - 22:40 - Faculdade São Lucas/Bairro Ulisses Guimarães

 

Universitária II - 22:40 - Faculdade Faro/Bairro União da Vitória

 

Universitária III - 22:40 - Faculdade Uniron/Conjunto Rio Candeias

 

 

*Atualizada às 11:09, do dia 18/02.

Fonte - NEWSRONDONIA

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.