News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Segunda-Feira, 17 de Maio de 2021

16 anos

ADVOGADO DESACATA E ACUSA POLICIAL DE ROUBAR CEM REAIS DURANTE LEI SECA; CASO PAROU NA CENTRAL DE FLAGRANTES

Conforme informações contidas no boletim de ocorrência, o advogado foi acionado pelo filho, que estava na condição de preso e em determinado momento passou a ofender verbalmente, menosprezando, desafiando e desprestigiando o cargo dos agentes do Estado no exercício da função pública, chegando a chamá-los de “capangas do governo”.
Segunda-Feira, 08 de Fevereiro de 2016 - 15:41

Porto Velho, RO - Nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (08) durante a operação Trânsito Vivo – Lei Seca em conjunto com o Detran um jovem que estava na condição de preso pelo crime de embriaguez acionou o pai que é advogado e o caso foi para na Central de Flagrantes. O advogado identificado pelas iniciais L.C.A de 72 anos desacatou e posteriormente acusou os policiais de roubar a quantia de R$100,00.

Conforme informações contidas no boletim de ocorrência, o advogado foi acionado pelo filho, que estava na condição de preso e em determinado momento passou a ofender verbalmente, menosprezando, desafiando e desprestigiando o cargo dos agentes do Estado no exercício da função pública, chegando a chamá-los de “capangas do governo”.

O tenente da polícia militar se dirigiu em direção ao advogado e pediu para que o mesmo diminuísse o tom de voz e respeitasse o trabalho de todos, caso contrário poderia se preso por desacato. Novamente o advogado informou ao tenente que ele não tinha autoridade de prendê-lo, pois o policial não entendia de leis e estava com inveja do dinheiro, mulheres e carro que o mesmo possuía. O filho e o advogado ainda em tom ameaçador disse ao tenente, “Você vai ver” vindo a empurrar o oficial.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao advogado, informado os seus direitos constitucionais e apresentado na Central de Flagrantes para que a Autoridade de plantão tome as medidas cabíveis. Já na Central de Flagrantes, o advogado disse que portava  a quantia de R$ 4.147,00, mas quando os policiais foi conferir havia somente a quantia de R$ 4.047,00, onde o mesmo acusou os policiais miliares de ter pegado a quantia de R$ 100, 00. É o relato da ocorrência.

Fonte - Anderson Nascimento - Newsrondonia

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.