News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021

Livre

ABORTO, MAIS UM TRISTE EFEITO COLATERAL DO ZIKA VÍRUS

Ou seja, para decidir sobre suas vidas, as mulheres têm que pagar caro (até 5 mil reais por um aborto); correr risco de vida em clínicas que às vezes são verdadeiros açougues e, ainda, correm o risco de prisão.
Terça-Feira, 02 de Fevereiro de 2016 - 10:11

A tragédia do Zika vírus se amplia e traz, no seu contexto, um fator apavorante. Futuras mamães, grávidas, que foram, contaminadas pelo vírus, estão abortando, temendo que seus bebês nasçam com microcefalia e outras deformações. Assunto polêmico, eivado de debates baseados em religião, ignorando os desejos da mulher, o aborto é daquelas discussões sem fim. Fosse mesmo um país laico, ou seja, com liberdade religiosa, mas não gerido por ela, como reza nossa Constituição, a questão já estaria resolvida, como está em várias outras nações de ampla liberdade individual. Então, apavoradas com a possibilidade de terem filhos com graves deficiências, que levariam uma vida de enormes dificuldades, muitas grávidas estão apelando para o crime: fazem o aborto, o que é totalmente ilegal. Hoje, só se permite interromper uma gravidez em caso de risco à vida da mãe;em casos de estupro ou quando o feto é anencéfalo. A microcefalia não faz parte desse pacote.

No Judiciário, o tema também é controverso. Por exemplo: o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, do Rio, um dos poucos que autorizam abortos em casos excepcionais, disse que, se houver risco comprovado por médicos de que o bebê nascerá morto, ele autorizaria aborto em caso de microcefalia. Mas é um caso raro. Na maioria das vezes,aborto só mesmo o ilegal. Enquanto o mosquito transmite a doença para milhares de futuras mamães, em todo o país, elas vivem esse absurdo sentimento de escolher entre ter uma criança deficiente ou burlar a lei. Por aqui, a mulher não manda no seu corpo, como teima em alardear a propaganda oficial.

E O PODER PÚBLICO?

Ainda sobre o mesmo tema: o zika vírus anda apavorando não só as futuras mamães, mas também a toda a sociedade. Já se observa mobilização da sociedade, no sentido de fazer limpeza nas casas, em áreas de risco. O que não se vê é o mesmo cuidado do Poder Público. Prédios abandonados; casas fechadas com piscinas podres de sujas; terrenos baldios que se transformam em piscinas na época das chuvas e criadouro dos mosquitos e lixo,muito lixo, continuam abundando nas cidades. Em Porto Velho, então, nem se fala! Desse jeito, não há campanha que traga os resultados que todos esperam, no combate ao vetor das doenças.

MICHEL TEMER VEM AÍ!

O PMDB  prepara uma grande recepção para o seu presidente nacional e vice -presidente da República, Michel Temer. Ele chega no dia 19, uma sexta-feira e passa a tarde em Porto Velho. Temer percorre o país para tratar da reunião nacional do partido, que escolherá seu novo comando e que ocorrerá em março. Ele vai se reunir com lideranças políticas, empresariais e com o governador Confúcio Moura,além é claro, do presidente regional Valdir Raupp e a cúpula do partido, mas vai, acima de tudo, fazer campanha. Candidato à reeleição, Temer quer vencer o grupo do presidente do Senado, Renan Calheiros,que tenta lhe tirar da presidência.

QUEDA NO MAR

O setor produtivo do Estado e principalmente o agronegócio estão de luto, com a perda do empresário Robson Guimarães, dono da Big Sal, uma das maiores empresas do setor no país e certamente a mais importante neste tipo de produção em Rondônia. Aos 42 anos, ele pereceu num acidente com seu avião, que caiu logo depois da decolagem, do aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis. Até esta segunda à noite, o corpo dele e o do piloto Marlon Neves, que morava em Ji-Paraná, não haviam sido localizados. A aeronave de pequeno porte, que era usada por Robson a cada 15 dias para vir a Rondônia, sumiu no mar.

MENINAS MAMÃES

A coluna tratou do assunto recentemente, mas ele está cada vez mais atual. Rondônia continua sendo um dos estados com maior número de mamães e grávidas, na faixa dos 10 aos 19 anos. Uma pesquisa realizada pela ginecologista Marta Finotti, constatou que, por aqui, são registrados mais de 27 por cento de partos em meninas dessa faixa etária, enquanto a média nacional e de 20%. Entre as adolescentes que têm filhos, 75,7 por cento não estudam e 57,8 por cento não estudam nem trabalham. Campanhas de prevenção à gravidez na infância e na adolescência não têm dado resultado, pelo que se vê. Está é cada vez pior. Não é de assustar?

PESQUISAS INTERNAS

Números de pesquisas internas são guardados a sete chaves. Servem para que os partidos se orientem, principalmente em épocas que antecedem as campanhas eleitorais. Em Porto Velho, são várias sendo feitas ao mesmo tempo. Em todas elas, o nome de Mariana Carvalho aparece na frente. O do empresário Mário Português se destaca. Só que os dois não serão candidatos. Então, todos os outros se assanham, tentando barrar a reeleição de Mauro Nazif. O PMDB, por exemplo, já fechou com Willames Pimentel. E comemora, embora não confirme, que nas pesquisas internas ele não tenha rejeição. É um passo importante, sem dúvida.

PERGUNTINHA

O caso do apartamento triplex que envolve o ex Presidente Lula é apenas invenção da imprensa golpista ou, como se diz na linguagem comum, é batom na cueca? 

Fonte - Sergio Pires

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.