News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 13 de Maio de 2021

Livre

ÁGUA SUJA CAUSA TRANSTORNOS A MORADORES DE CONDOMÍNIO NA ZONA SUL DE PORTO VELHO

Para os moradores, a solução seria mais fácil se as casas tivessem acesso à rede de água tratada oferecida pela Caerd e que passa bem em frente ao residencial Novo Horizonte.
Sexta-Feira, 29 de Janeiro de 2016 - 12:07

Há pelo menos sete anos, moradores do condomínio Novo Horizonte, na zona Sul de Porto Velho, sofrem com a água de aspecto nada agradável oferecida pela administradora do residencial, a AJR, que teria vindo do Rio de Janeiro (RJ) e se instalado na Capital em agosto do ano passado.

Segundo o morador João Figueira Costa, que procurou o News Rondônia para relatar a situação, a água distribuída para as quase 200 casas é de péssima qualidade. “Esse problema com a água já ocorre no nosso condomínio há muitos anos, desde o início. Lá se vão sete anos e o problema com a água sempre foi presente. Diversos técnicos já fizeram a análise e concluíram que todo o lençol freático dessa região é contaminado. Pra você ter uma ideia, a água que sai antes do tratamento, é tão escura que parece um refrigerante de cola. Ela passa por diversos tratamentos com cloro e diversos produtos para chegar a um mínimo aceitável para se tornar potável, ou seja, apta para o consumo. Mesmo assim, estamos preocupados, pois crianças usam essa água para, pelo menos, tomar banho. Porém, tenho certeza, de que 100% das casas não usam essa água para beber”, desabafou ele.

João também relatou que mesmo com os altos custos, os prejuízos ainda são maiores por conta de despesas adicionais envolvendo o líquido que deveria ser límpido e potável. “Os condôminos pagam muito caro por esse tratamento e quando chega às nossas residências, não tem nada a ver, já que recebemos uma água que fede a ferrugem e tem cor de ferrugem. Quem utiliza roupas brancas, fica encardida. Os estudantes, profissionais da saúde, como médicos e enfermeiros, ou até mesmo, quem usa roupas mais claras no dia a dia, sofre com a cor da água. Sem contar os moradores que já relataram problemas de pele por essa questão. Tem moradores que ainda gastam mais com essa água, já que ainda colocam filtros nas caixas d’água para melhorar a qualidade. Esses filtros que tiramos as fotos, a média de uso seria de 90 dias, mas eles não aguentaram nem três semanas”.

Para os moradores, a solução seria mais fácil se as casas tivessem acesso à rede de água tratada oferecida pela Caerd e que passa bem em frente ao residencial Novo Horizonte. “A Caerd implantou uma rede de água em toda a nossa região e os canos de abastecimento passam bem em frente ao nosso condomínio. Já sabemos que alguns condomínios daqui já tem a empresa como fornecedora de água da nossa região. Então, para nós, a solução é simples: coloquem a Caerd como nossa fornecedora de água. A qualidade da água da empresa não é aquelas coisas todas, mas é melhor do que aquilo que temos hoje. O que precisamos é de um aval da Caixa Econômica Federal, já que é um condomínio arrendado, e a administradora atender a nossa solicitação o quanto antes”, afirmou João Figueira.

Outro lado

Em nota, Luciano Moraes, gerente da AJR Administradora, a proibição é desconhecida pela gerência, e afirma que em recente reunião, os próprios moradores sugeriram a compra de mais uma bomba de sucção para atender à demanda de distribuição da água. “Nós temos uma estação de tratamento lá dentro, e fazemos o melhor para distribuir água de qualidade, mas no próximo dia 28 [de janeiro] teremos nova reunião, e falaremos sobre o assunto com eles, até mesmo abrindo a opção de instalação da água pública para os que se interessarem”, garantiu o gerente.

Fonte - NEWSRONDONIA

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.