Livre

GRANDE INCÊNDIO CAUSA VAZAMENTO DE AMÔNIA NO TERMINAL DE GUARUJÁ EM SP

Ate o presente momento, quatro pessoas foram socorridas, vítimas da intoxicação. Os moradores afirmaram e é possível testificar através das imagens, que todo o bairro está tomado pela fumaça.
Quinta-Feira, 14 de Janeiro de 2016 - 16:10

Nesta quinta-feira (14), um grande incêndio atinge o pátio de cargas da empresa Locafrio na Margem Esquerda do Porto de Santos, no Guarujá. Neste momento, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil estão no local e confirmaram o vazamento de amônia, que é prejudicial a saúde.

Ate o presente momento, quatro pessoas foram socorridas, vítimas da intoxicação. Os moradores afirmaram e é possível testificar através das imagens, que todo o bairro está tomado pela fumaça.

Segundo a Localfrio, um incêndio começou às 15h15, provocado por uma combustão espontânea pelo contato do produto químico com a água da chuva. De acordo com a empresa, ao menos 12 tanques foram atingidos. Ainda não há informações sobre a quantidade de produto armazenada no local.

Segundo o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas foram socorridas com intoxicação pela própria empresa. Foi acionado, em Guarujá, o Plano de Auxílio Mútuo para combater o vazamento do produto. Técnicos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) de Santos foram enviados ao local. Moradores são orientados a ficar em casa, além de fechar portas e janelas. Pessoas intoxicadas devem procurar um posto médico ou acionar os serviços de emergência.

A prefeita do Guarujá, Maria Antonieta de Brito (PMDB), informou que foi montado uma sala de situação na prefeitura para monitorar a ocorrência. Ela reforçou o pedido para que as pessoas não saiam às ruas, sobretudo no entorno da região do acidente. Segundo ela, os moradores devem evitar deixar as residências e, se saírem, precisam evitar o contato com a chuva que cai na área.

Fonte - Anderson Nascimento - Newsrondonia

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.