News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quarta-Feira, 14 de Abril de 2021

Livre

CREA-RO BATE RECORDE DE ARRECADA플O DE ARTs

밮amos comear o ano com o p direito, trabalhando firme para manter os resultados positivos, disse o presidente do Crea-RO, Nlio Alencar
Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2016 - 10:50

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia (Crea-RO), começou o ano de 2016 colhendo os bons resultados do trabalho de gestão e excelência realizado ao longo de 2015. Segundo o relatório da Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas (Mútua), de receitas de ARTs recebidas, o Crea-RO foi o que mais arrecadou receitas de ARTs por Renda per capita em todo Brasil. Atualmente, o Conselho de Rondônia possui 5.988 profissionais cadastrados. O Estado do Piauí ficou em 2° lugar no ranking de arrecadação por R/P. O presidente do Crea-RO, Nélio Alencar destaca ainda que nos anos de 2014, 2013 e 2012 o Crea-RO também ficou em 1° lugar no ranking. 

DEZ PRIMEIROS COLOCADOS EM ARRECADAÇÃO DE ARTs POR R/P EM 2015

COLOCAÇÃO

ESTADO

TOTAL DE RECEITAS ARTs 2015

 N° DE PROFISSIONAIS

Renda per capita

1° LUGAR

CREA-RO

R$ 901.868,12

5.988

150,61

2° LUGAR

CREA-PI

R$ 757.305,81

7.331

103,30

3° LUGAR

CREA-TO

R$ 389.774,59

4.757

81,94

4° LUGAR

CREA-GO

R$ 2.354.140,99

29.423

80,01

5° LUGAR

CREA-PR

R$ 4.855.095,06

63.739

76,17

6° LUGAR

CREA-SC

R$ 3.230.147,32

44.985

71,80

7° LUGAR

CREA-MS

R$ 841.502,54

12.057

69,79

8° LUGAR

CREA-RR

R$ 111.674,07

1.601

69,75

9° LUGAR

CREA-MT

R$ 1.363.164,49

20.149

67,65

10° LUGAR

CREA-CE

R$ 1.561.921,38

23.829

65,55

Para o presidente do Crea-RO, Nélio Alencar, esse resultado é fruto de uma trabalho realizado em conjunto. “Mesmo com a recessão econômica, nosso Estado saiu na frente mais uma vez. Estamos investindo cada vez mais em novas tecnologias e ferramentas de trabalho, é o resultado desses investimentos está sendo positivo e comprovado através desse relatório. Os profissionais do Sistema Confea/Crea estão cada vez mais aptos e a economia do nosso Estado sente o reflexo desse trabalho realizado com competência e qualidade. Vamos começar o ano com o pé direito, trabalhando firme para manter os resultados positivos”, expõe Alencar.

O presidente do Crea-RO, aponta ainda que a taxa recolhida pelos CREAs, relativa à efetivação de ART, por pessoa física ou jurídica, tem a seguinte distribuição:  20% (vinte por cento), para a Mútua, conforme o disposto no inciso I do art. 11 da Lei n.º 6.496, de 07 DEZ 1977; 65% (sessenta e cinco por cento), para o CREA que efetuará o recolhimento, conforme disposto no inciso IV do art. 35 da Lei n.º 5.194/66 e  15 (quinze por cento), para o CONFEA na forma da Resolução 334/89. Com isso, o Nélio Alencar aponta que o Crea-RO precisa de uma receita mensal de aproximadamente R$ 800 mil/mês para manter as contas do Conselho de Rondônia em dias. “Para quitar as dívidas dos últimos três meses de 2015, fizemos um empréstimo de R$ 1 milhão junto ao Confea, é isso só foi possível graças às ações desempenhadas nos últimos quatro anos. Quando eu assumi o Crea-RO em janeiro de 2012, ele estava inadimplente com o Confea e com a Mútua, com muito esforço conseguimos organizar as contas da casa e hoje sempre que precisamos, temos crédito disponível através do Prodesu - Programa de Desenvolvimento Sustentável”, explica Nélio.

Prodesu

O Programa de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Confea/Creas e Mútua - Prodesu tem como objetivo angariar e gerenciar recursos orçamentários e financeiros para programas voltados à implementação de políticas de sustentabilidade do Sistema Confea/Crea e Mútua.

Seus objetivos são promover a sustentabilidade econômica, financeira e social do Sistema Confea/Crea e Mútua e apoiar e acompanhar os participantes no desempenho de suas funções finalísticas e nas ações voltadas à uniformização de procedimentos no âmbito do Sistema Confea/Crea e Mútua.

Fonte - Ascom - CREA/RO

Comentarios

News Poltica

News Polcia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.