News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 17 de Abril de 2021

Livre

MÃE DE MENINA MORTA DESABAFA: "ÀS VEZES PENSO QUE SOPHIA VAI VOLTAR"

O suspeito pela morte de Sophia é o pai da menina, Ricardo Najjar, de 23 anos
Segunda-Feira, 28 de Dezembro de 2015 - 09:28

Lígia Kissajian, mãe da menina Sophia, conversou com a equipe do Fantástico, em uma entrevista que foi exibida no programa deste domingo (27). A menina de quatro anos morreu sufocada no último dia 2. As informações são do UOL. 

"A minha dor é inimaginável, imensurável e infinita. Às vezes, ainda penso que a Sophia vai voltar", disse, completando que "Estou de luto e esse luto vai perdurar por toda a minha vida. Porque eu nunca mais vou ter a minha filha de volta".

O suspeito pela morte de Sophia é o pai da menina, Ricardo Najjar, de 23 anos. Lígia relatou que ele tinha um temperamento difícil, violento. A mãe ainda revelou que considerou estranho o comportamento dele no velório: "Ele a olhou por um momento apenas e já virou e saiu". 

Ela explicou que se separou de Ricardo quando Sophia tinha dois anos. No dia do crime, ela levou a filha para a escola, mas a menina não estava lá no momento da saída. "O segurança me disse que o pai dela já tinha vindo retirar ela escola. Então, liguei para ele e perguntei: 'Onde está a Sophia?'", disse."Tinha uma condição para te autorizar a buscar ela, que ele não tinha cumprido", respondeu ela quando o pai afirmou que estava com a menina e a levaria pra casa. A condição era o pagamento da pensão atrasada. "Ele falou: 'Desculpa, me confundi. Entendi que eu poderia. Mas deixa eu passar uma meia hora com a minha filha'", explicou.

Depois de algumas horas, Ricardo ligou chorando e, na versão que contou, a menina enfiou um saco na cabeça e sufocou. No entanto, o laudo da Polícia Civil de SP revela que Sophia foi agredida com um tapa no ouvido e ela ainda apresentava lesões na boca. 

"O que uma criança de quatro anos e meio, um doce, um anjo, poderia fazer? A única pessoa que pode dizer o que aconteceu é ele mesmo", disse Lígia. 

O pai foi preso no velório e indiciado por homicídio doloso qualificado.

Fonte - notícias ao minuto

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.