News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 10 de Abril de 2021

Livre

UM NOVO NOME COMEÇA A SE FIRMAR COMO LIDERANÇA EM RONDÔNIA

PERGUNTINHA:Será que as vendas para esse Natal ficarão mesmo muito abaixo do ano passado ou as previsões pessimistas do comércio fazem parte do tradicional “choro” do setor?
Domingo, 20 de Dezembro de 2015 - 08:50

Está surgindo uma nova liderança em Rondônia. É um empresário que, até pouco menos de dois anos era praticamente desconhecido do grande público, mas que neste 2015 deu um salto de várias posições, colocando-se hoje entre alguns dos mais importantes líderes que surgiram em Rondônia recentemente. Presidente da Federação das Indústrias (Fiero), presidente do Sebrae e responsável por toda a estrutura  do Sistema S, Marcelo Thomé (foto) recebeu mais uma incumbência que bem sintetiza a sua importância atual. Convidado pelo governador Confúcio Moura, ele será o representante do Estado junto ao Consórcio de Governadores do Brasil Central. Será o porta voz rondoniense, coordenando as políticas estruturantes e dos investimentos que serão feitos pelo Fundo a ser criado por  Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Goiás e Distrito Federal. Na sexta, quando os governadores estiveram reunidos em Porto Velho, o presidente da Fiero foi apresentado oficialmente durante o evento.

Aos 39 anos, casado, pai de dois filhos, Marcelo Thomé é arquiteto. Chegou à Fiero como interventor, quando a entidade viveu momentos de divisão e tensão. Conseguiu conciliar todos os grupos em confronto e acabou sendo eleito por consenso. A partir daí, começou, por méritos pessoais e qualidades que foram se sobressaindo em cada uma das missões que  vem ocupando, a se tornar uma figura importante num contexto onde são poucas as novas lideranças empresariais e políticas. Sem filiação partidária, a cabeça do Presidente da Fiero, do Sebrae, o coordenador do Sistema S e agora o representante do Estado num importante consórcio regional, está voltada para o setor produtivo e os avanços da economia. È bom que se anote o nome de Marcelo Thomé. A gente vai ouvir falar muito dele, daqui para a frente...

DIAMANTES DE SANGUE

O garimpo de diamantes da Reserva Roosevelt , em Espigão do Oeste, volta o noticiário nacional. Neste domingo, o programa Fantástico, da Globo, vai mostrar a situação dos índios e relatar, em detalhes, como alguns caciques se uniram a contrabandistas, financiados por  gente envolvida na bilionária Operação Lava Jato, para tirar ilegalmente pedras com altos valores de dentro da Reserva. Como não se sabe ainda o teor completo da reportagem, não há como informar se ela vai cobrar, novamente, que seja dado andamento ao processo contra  mais de uma centena de índios, que teriam participado do massacre contra 29 garimpeiros, dentro da reserva, em abril de 2004.

RIBAMAR VAI!

Não tem mais volta! O deputado Ribamar Araújo  é mesmo pré candidato à Prefeitura de Porto Velho. Pressionado por todos os lados por amigos e eleitores, ele vai enfrentar o desafio. O último detalhe que faltava era a troca de partido, já que Ribamar há muito tempo estava pronto para sair do PT. Não colocaria seu nome  a disposição, caso não tivesse sido aberta  a janela que autorizou a mudança de sigla. Como isso está praticamente certo, dependendo da promulgação, Ribamar só precisa agora decidir para qual partido vai. Ele te pelo menos cinco convites já feitos oficialmente.

HERMÍNIO ATACA

O deputado Hermínio Coelho está criticando duramente a possibilidade (por enquanto, ainda é apenas isso), de que as catracas dos ônibus voltem a ficar na frente, próximo ao motorista. Com isso, segundo ele, perto de 600 cobradores não seriam utilizados no novo sistema. Hermínio é autor, quando vereador,  da lei que determinou que as catracas ficasse atrás,  nos coletivos, garantindo o emprego dos cobradores. Há conversas de que a lei do Hermínio  pode cair na Câmara. Premeditando o breque, ou seja, agindo antes que algo aconteça, o hoje deputado foi para as redes sociais, protestar contra qualquer intenção de mudança...

TEATRO DOS SAPOS

Das várias obras paradas no Estado, uma das mais emblemáticas é a do Teatro de Ariquemes, que há mais de uma década e meia não fica pronto. Já aconteceu de tudo por lá. Nos últimos tempos, foram feitas quatro concorrências públicas, mas em todas não apareceu sequer uma empresa interessada. Não se sabe exatamente se a questão é financeira ou se há tantos sapos enterrados por lá, tantos quantos o estão nos viadutos de Porto Velho. O Governo vai ampliar a parceria com a Prefeitura de Ariquemes, tentando encontrar uma solução para que as obras recomecem. Quando? Ninguém sabe.

BYE,BYE JOAQUIM!

Não deu outra. Antes que o galo cantasse três vezes, a Presidente Dilma negou ao agora ex ministro da Fazenda, Joaquim Levi, o abraço da salvação. Ele foi defenestrado  e substituído por Nelson Barbosa, aquele que ajudou a programar as pedaladas fiscais. O mercado financeiro reagiu imediatamente, caindo todas as cotações de bolsas, subindo o ouro e deixando o empresariado de cabelos em pé. Perdido no meio do fogaréu que é administrar a economia brasileira, o governo agora só sonha em aprovar a volta da CPMF. Se não conseguir, estará definitivamente lascado! Se conseguir, quem estará lascados somos nós, pobres contribuintes.;

PERGUNTINHA

Será que as vendas para esse Natal ficarão mesmo muito abaixo do ano passado ou as previsões pessimistas do comércio fazem parte do tradicional “choro” do setor?

Fonte - Sergio Pires

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.