News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021

Livre

PRIMEIRO BPM FAZ BALANÇO POSITIVO DURANTE FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO

Para tenente coronel, comandante do batalhão, com apoio do coronel Kisner, 'motivação' e 'humanização' são palavras-chave para o desempenho do efetivo
Terça-Feira, 15 de Dezembro de 2015 - 14:46

As atrações foram as mais diversas: torneio futebol, atividades infantis, pula-pula, competições esportivas de outras modalidades, fora o almoço para os convidados. Assim foi o dia de confraternização do Primeiro Batalhão da Polícia Militar de Rondônia na festa com em comemoração aos 33  anos. Realizado na Associação do Tribunal de Contas, na zona sul da capital. Centenas de policiais compareceram com suas famílias ao almoço, uma grande churrascada.  Durante o evento comandante do batalhão aproveitou para lembrar algumas ações executadas durante sua gestão. Alcântara fez questão de frisar que não há distinção de patente na confraternização do batalhão. Soldados, sargentos, tenentes e outros oficiais, se divertiram lado a lado, disse Alcântara.

A semana de comemoração teve inicio no dia 07/12. A formatura com uma formatura geral que contou com a presença do Comandante Geral da PMRO, Coronel PM Kisner. Durante a solenidade, policiais receberam medalhas do Forte Príncipe da Beira dos 40 anos da PMRO, completos em 26 de novembro. No dia 09, o Batalhão recebeu a visita do Corpo de Bombeiros, Exército, Base Aérea e Coe para a disputa do cabo-de-guerra tendo a COE (Companhia de Operações Especiais) como vencedora.

Batalhão Rondon foi o grande vencedor da competição de futsal realizada pelas Organizações Policiais Militares, evento que teve início no ultimo dia 10. O comandante do 1º BPM, tenente coronel PM Alcântara agradeceu o empenho dos policias envolvidos na realização dos eventos. Disse que a semana de comemorações foi um sucesso. “A confraternização de sexta-feira trouxe ainda mais união aos policiais do batalhão”, ressaltou. Alcântara disse ainda que o Primeiro Batalhão faz parte do início da história da PMRO por ser a unidade-célula, “graças aos bravos guerreiros que aqui serviram a história do Batalhão Rondon é coroada de glórias”.

Motivação. É a palavra-chave utilizada pelo comandante do 1BPM tenente coronel Alcântara. Ele disse que o efetivo da corporação está motivado. Ver o brilho nos olhos dos colegas do batalhão é algo que me motiva a trabalhar cada vez mais pela sociedade. “É por isso que conseguimos reestruturar a Força Tática”. A Rocam também está em operação, embora o efetivo ainda não seja o ideal. E muitas outras atividades operacionais do 1º voltaram a funcionar.

Instrução de armamento não letal- SPARK. Com a preocupação de garantir a excelência no desempenho da atividade policial, o Primeiro Batalhão promoveu instrução para a tropa. A instrução foi ministrada pelo 1º Ten. PM Tarciso, e visa repassar o conhecimento e a técnica da utilização da SPARK, dispositivo elétrico incapacitante, aos policiais da Unidade, bem como proporcionar uma alternativa não-letal mais segura às situações de conflito que os policiais sejam obrigados a intervir.

A utilização desse tipo de armamento está amparado na Lei 13.060/14 que prioriza o uso de armas não letais pelas forças policiais do Brasil. Armas não letais são as de menor potencial ofensivo, como gás lacrimogêneo, balas e cassetetes de borracha,spray de pimenta e arma de eletrochoque, também conhecida como SPARK.

Técnicas em baixa Luminosidade. Preocupados com o aprimoramento da tropa, os tenentes C. Lopes e Tarciso repassam instrução de Técnicas de Baixa Luminosidade aos policiais. ministrada à Radiopatrulha. Os próximos serão: o administrativo e os grupos táticos. As técnicas em baixa Luminosidade visam aprimorar o uso da lanterna em situações de baixa luminosidade em ambientes confinados. A instrução fez parte do ciclo de instruções, determinado pelo comandante da Unidade e planejadas pela comandante da Divisão Operacional, à época Tenente PM Michelly, hoje no Colégio Militar.

FORÇA TÁTICA

Dentre outras ações, o ano de 2015, o 1º Batalhão foi marcado pelo retorno da Força Tática da Polícia Milita de Rondônia, que retomou as atividades em ação continuada no período de 12 horas de trabalho por noite. Na primeira etapa, o trabalho foi realizado a contar do dia 11 de outubro, quando se deu a primeira saída, com medidas preventivas e de abordagem, na zona sul da cidade, área de abrangência do 1º Batalhão da Polícia Militar.

O retorno da operação foi um empenho pessoal do tenente coronel PM Alcântara, que, ao assumir o comando do 1BPM, recebeu o apoio do coronel Kisner, comandante geral da Polícia Militar de Rondônia.

A Força Tática é um tipo de policiamento com treinamento diferenciado. O efetivo utiliza armamento pesado, trabalha com direção ofensiva e defensiva, utiliza agentes químicos como bala de borracha; escudo anti-tumulto; spray de pimenta; armamentos letais, como: fuzil 7.62; fuzil 5.56 (equivalente ao R.15); carabina Ponto 40; metralhadora ponto 40; pistola ponto 40 , dentre outros tipos de armamentos. A maioria do efetivo empregada nessas ações fez curso com o coronel PM Pachá, precursor do policiamento tático em Rondônia, além de ser coordenado pelo tenente PM Amorim.

ROCAM

A praça Madeira Mamoré passou a ser moradia de vendedores de drogas de todos os tipos,  de dependentes químicos, de usuários de drogas como a maconha, a cocaína, o crack e outras drogas pesadas.Foi ocupada por traficantes que, transformou o local em vários pontos de vendas de drogas ilícitas.

Diante do quadro, o comandante do Primeiro Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel PM Alcântara, decidiu reestruturar a ROCAM (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta). O comando colocou em ação, policiais específicos, com oito motos, que farão todos os dias o policiamento ostensivo para garantir a segurança do local.

O policiamento na praça teve início no começo da semana e vai permanecer além do Complexo Madeira-Mamoré.   A ronda da Rocam passou a ser feita também no Parque Circuito, onde é grande o fluxo de pessoas que caminham a noite.  Nas imediações do Mercado Municipal; no shopping popular; mercado do Um; e feira do agricultor. “Nossa missão é tirar do local, traficantes de droga, responsáveis pelo abastecimento de usuários que fizeram da praça a sua moradia”.

Ele afirma que a Rocam trabalha em horário de pico, com o mesmo entusiasmo que a Força Tática, que retomou suas atividades em 11 de outubro. “Nada mais justo do que colocar para comandar, um policial que apresentou o projeto para o comando”, ressaltou. Esta não é a primeira vez que a Polícia Militar coloca a Rocam em patrulhamento. Ela trabalhou até 2007, quando foi desativada por questões circunstanciais, da época.

Segundo Alcântara, o resgate do estilo de patrulhamento em motocicletas voltou no início de novembro, por se tratar de um meio de locomoção mais eficaz em locais que viaturas, até mesmo as menores, não conseguem acesso. As oito motos são suficiente, nesse primeiro momento. Caso necessário, discussões serão abertas no sentido de ampliar esse tipo de policiamento, caso possível. Além das motos, cedidas sob cautela, pelo Detran, ao 1BPM, empresários doaram capacetes, caneleiras com joelheiras, cotoveleiras, fones de ouvidos e luvas de fibra de carbono.

Foi um ano de muitas atividades com atrações voltadas para a população com a máxima de que precisamos aproximar a Polícia da Comunidade. Uma das atividades foi a visita das crianças da escola Dó Ré Militar ao quartel. Lá, eles brincaram se divertiram cantaram e conheceram como funciona a estrutura do batalhão. O batalhão precisava de solidariedade e mais humanismo nas ações. “É o que propusemos a fazer para garantir a motivação do efetivo”, disse Alcântara.

Fonte - Assessoria

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.