News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 22 de Abril de 2021

Livre

OPERAÇÃO ‘LAVA JATO DA PF’ SERÁ BOM PARA O FUTURO, DIZ VALDIR RAUPP

Os jornalistas também questionaram o ‘peemedebista’ quanto à auto-suficiência que goza o Estado de Rondônia na produção de energia elétrica e ainda assim o povo paga uma energia elétrica cara. E mais uma vez Raupp surpreende na resposta.
Domingo, 13 de Dezembro de 2015 - 17:24

Por Emerson Barbosa 

Durante audiência pública que tratou da instalação da usina hidrelétrica Tabajara, que será construída em Machadinho D’Oeste em Rondônia, o senador da República Valdir Raupp de Matos (PMDB-RO) além de presidente nacional do partido afirmou em entrevista aos jornalistas de televisão de Rondônia que a única alternativa dos rondonienses para não pagarem uma tarifa de energia elétrica considerada ‘alta’ seria “construir mais hidrelétricas, ou optar por energia solar, ou talvez a eólica”.

Ao afirma Raupp usou o exemplo da usina de Tabajara que está em fase de planejamento e estudos. A construção é uma parceria entre as Centrais Elétricas do Norte – Eletronorte, Furnas, e a empreiteira Queiroz Galvão. Uma obra avaliada em R$17.500.000,00 (dezessete milhões e quinhentos mil reais) e que integra o quase falido Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal - PAC.

Os jornalistas também questionaram o ‘peemedebista’ quanto à auto-suficiência que goza o Estado de Rondônia na produção de energia elétrica e ainda assim o povo paga uma energia elétrica cara. E mais uma vez Raupp surpreende na resposta. “É lamentável, más, Rondônia entrou na ‘bandeira vermelha’. Conversei com o secretário de Energia Elétrica, Ildo Wilson Grüdtner,vinculado ao Ministério de Minas e Energia que disse que o aumento é apenas de 7%”, esclareceu o senador.

Desde 2015 o Ministério de Minas e Energia usa o Sistema de Bandeiras Tarifárias que indica a elevação do preço aplicado. Diga-se de passagem, o Estado de Rondônia foi sorteado para ocupar a pior das colocações pelo Sistema Interligado Nacional com a bandeira vermelha: condição mais custosa de geração. Significa que a tarifa sobre o acréscimo é de R$ 0,045 para cada quilowatt-hora kWh consumido.

Outra opção do senador para os rondonienses é ‘economizar energia’, afinal o Estado é bastante quente e isso influência por demais o preço. Uma das possibilidades para diminuir a tarifa segundo Raupp é um projeto chamado ICMS verde que se realmente for aprovado ou levado a frente em favor do povo poderá cobrar o imposto diretamente da fonte geradora, no caso das Usinas Hidrelétricas de Santo Antônio e Jirau, no Rio Madeira onde o imposto da energia produzia em Porto Velho quem lucra os louros é o Estado de São Paulo, além de outros.

IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF

O senador e líder interino do (PMDB) nacional também foi questionado quanto ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) aceito pelo presidente Câmara Eduardo Cunha. Para Matos é preciso cautela ao tratar de um assunto dessa magnitude.

“Pois os tempos são outros. Até porque é preciso investigar se Dilma ‘cometeu’ mesmo os ‘crimes’ como afirmam. Espero que o processo não chegue ao senado (rsrs) que se resolva pela Câmara do deputados, mesmo”, disse.

OPERAÇÃO LAVA JATO DA POLÍCIA FEDERAL

Em relação à operação ‘Lava Jato’, da Polícia Federal que vem colocando atrás ‘das grades’ políticos, empreiteiros e pessoas próximas do governo, tanto de Dilma quando ainda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acusadas de montar uma dos maiores esquemas, com o objetivo ‘saquear’ a petrolífera Petrobras, o senador Valdir Raupp acredita que a ‘Operação’ é um ‘algo’ que vai valer no futuro. 

“A maioria dos países tiveram um grau de corrupção até mesmo maior que esse que verificamos aqui no Brasil. E com as corrupções e o controle rígido das ações das ‘policias’ eles foram se adequando.  Acredito que o Brasil está no caminho”, finaliza. 

Fonte - NEWSRONDONIA

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.