News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 27 de Fevereiro de 2021

CORTAR O BOLSA FAMÍLIA E NÃO O LUCRO CRIMINOSO DOS BANCOS?

Faltando um pouco mais de dois meses para terminar o ano, o brasileiro vai comemorar o fim de 2015, um ano terrível ou vai sentir falta dele, pelo que se desenha para 2016?
Terça-Feira, 27 de Outubro de 2015 - 08:22

E Bolsa Família, deve acabar? O assunto voltou ao centro do noticiário nos últimos dias, a partir da possibilidade de um corte de 10 milhões de reais no programa, para  enxugar as contas públicas. Ouve-se pelos lados do Congresso – obviamente a partir da oposição – que milhares de benefícios poderiam ser cortados, até porque o programa é considerado apenas eleitoreiro. Os números oficiais apontam que 45 milhões e 800 mil brasileiros são beneficiados. Ou seja, um em cada cinco habitantes deste país, a grande maioria crianças.  Mais  de 11 milhões e famílias beneficiadas. Ora, claro que o Bolsa Família dá votos. Provavelmente foi o que reelegeu a nossa Presidente. O problema que tem que se questionar é que se em função de confrontos político partidários, tem-se que excluir esses milhões de pobres e muito pobres, que voltariam à linha da miséria, sem dúvida, caso esse apoio social fosse retirado. Há sim muitas irregularidades no programa. Madames e parentes de políticos recebem ilegalmente o benefício. Mas isso é exceção e os criminosos têm é que ir para a cadeia. Também é notório que o Bolsa Família não tem porta de saída e muita gente acaba até evitando de trabalhar para não perdê-lo. São erros que precisam ser corrigidos.

O que o Brasil precisa cortar mesmo são os lucros criminosos e megalomaníacos dos bancos. Tem que cortar é a corrupção. Tem que buscar o dinheiro dos impostos, bilhões de reais, que são sonegados. Tem que diminuir  gordura dos poderes. Tirar o pouco de tanta gente à beira da miséria, é tentar culpar a quem mais sofre e quem menos usufrui das riquezas nacionais. O Bolsa Família tem erros? Claro que tem. Mas tirar esse pequeno benefício dos pobres, esse sim, poderia ser um erro fatal. Que o governo se vire e corte dos ricos, não dessa gente toda!

MUDANDO DE COR

O assunto quase não foi comentado no final de semana, mas aconteceu de verdade. O avião que levava as autoridades até  aldeia Cinta Larga, na sexta, deu um grande susto no governador Confúcio Moura, no vice Daniel Pereira e em outras autoridades que se dirigiam para a região dos indígenas, em Espigão do Oeste. Um pneu da aeronave furou e ela derrapou na pista. Além dos que estavam a bordo, pouca gente ficou sabendo do acontecido, já que não houve qualquer problema mais sério. Mas que teve gente que levou mais de uma hora para voltar a ter a cor normal, teve sim!

RECÉM COMEÇOU...

Foi uma noite de sustos. O sábado para domingo apavorou milhares de pessoas em Porto Velho e em toda a região. Um temporal como pouco se viu nos últimos anos se abateu sobre toda a área, causando grandes danos, embora, felizmente, não se tenha registrado vítimas fatais. Os danos materiais foram imensos e várias regiões da Capital ficaram sem energia durante horas seguidas. Preparemo-nos, pois, para um período de chuvas torrenciais poucas vezes vistas nos últimos nos. O que aconteceu na noite deste sábado é só o começo. Verão com temperaturas extremas no sul e sudeste; chuvas torrenciais na Amazônia.

NOTA MÁXIMA

Nem tudo foi ruim e tortuoso ideologicamente, nas provas do Enem, produzidas por professores apaixonados por si mesmos, que põe suas crenças políticas acima de tudo. No tema da redação, eles acertaram em cheio. Ao trazer ao debate dos jovens (quase 7 milhões e 800 mil deles), a questão da violência contra  mulher, eles propuseram um importante debate, para uma faixa da população que tem o poder de mudar esse triste quadro. Neste país machista, onde os homens covardes agridem e matam suas mulheres, a esperança que temos é nas novas gerações.Porque da atual, não se pode esperar mais nada, nessa questão. Neste quesito, portanto, nota máxima para a proposta da redação do Enem.

NADA ACONTECE A ELES...

Duas notícias, em duas áreas completamente diferentes da Capital, continuam se repetindo, ambas sem solução. Uma, por causa da irresponsabilidade. A outra pela burrice mesmo! A primeira refere-se aos bêbados no trânsito. Todo o final de semana, entre sete e dez desses anormais são pegos dirigindo embriagados. Neste final de semana, entre os presos, o filho de um advogado, que ainda quis dar uma de autoridade para cima da PM, tentando o superado carteiraço. Não deu certo e ele acabou na Delegacia. No total, apenas numa noite (de sexta para sábado), oito doidões foram flagrados em blitz da PM. Pena que não aconteça nada com essa gente...

DOENÇA INCURÁVEL

O outro problema é no aeroporto Jorge Teixeira. Os ignorantes que o dirigem insistem em manter a área de embarque e desembarque isolada dos frequentadores, à noite. Puseram lá uma película escura, punindo quem quer ver os aviões. Em qualquer aeroporto do mundo, as pessoas são atraídas pela paixão pelos aviões. Em Porto Velho, elas são tratadas como invasores, que só vão ao aeroporto para atrapalhar. Por isso, têm que ficar sem enxergar a pista e a área de estacionamento das aeronaves. Essa gente que planeja coisas desse tipo é burra mesmo. E isso não tem cura, assim como não a tem o caso dos bêbados.

PERGUNTINHA

Faltando um pouco mais de dois meses para terminar o ano, o brasileiro vai comemorar o fim de 2015, um ano terrível ou vai sentir falta dele, pelo que se desenha para 2016?

Fonte - Sérgio Pires - Opinião de Primeira

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.