News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Quinta-Feira, 04 de Março de 2021

SANTOS PASSEIA NO MORUMBI, FAZ TRÊS NO SÃO PAULO E FICA PERTO DA DECISÃO DA COPA DO BRASIL

A segunda partida será na próxima quarta-feira, na Baixada Santista
Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2015 - 08:50

Com direito a dilúvio e blecaute no Morumbi na noite desta quarta-feira, o Santos ignorou a torcida rival, atropelou o São Paulo por 3 a 1 e deu um grande passo para a classificação rumo à decisão da Copa do Brasil. Os gols foram de Gabriel, Ricardo Oliveira e Marquinhos Gabriel - Pato descontou para o time tricolor.

Com o triunfo, o time da Vila Belmiro só será eliminado se perder no confronto de volta por três gols de diferença dentro de seu próprio estádio. A tarefa parece ainda mais difícil de ser concretizada devido ao retrospecto recente da equipe praiana em seus domínios, já que é simplesmente a melhor mandante no Brasileirão até aqui.

O São Paulo, por sua vez, terá que quebrar a escrita dos últimos 15 anos se quiser avançar de fase. Tudo porque o clube do Morumbi foi eliminado nos últimos seis mata-matas contra o Santos, e precisará de uma difícil goleada para ir adiante na briga pela conquista do único título que ainda não possui.

A segunda partida será na próxima quarta-feira, na Baixada Santista. Uma vitória tricolor por 3 a 1 leva a decisão para os pênaltis, enquanto um triunfo por dois gols de diferença só classifica o São Paulo se a equipe visitante fizer mais do que três gols.

Antes disso, os dois clubes entram em campo no final de semana pela Série A. O Santos joga no sábado, contra o Figueirense, às 18h30, em Florianópolis. Já o São Paulo vai ao Paraná enfrentar o Coritiba no domingo, às 17h. Os rivais paulistas brigam pelo G-4 do torneio - os santistas estão na quarta colocação com 49 pontos, enquanto os tricolores ocupam o sexto posto, com 47.

O jogo no Morumbi

Com público bem abaixo do esperado, o clássico começou com um imprevisto no Morumbi: logo nos primeiros segundos de bola rolando, um blecaute interrompeu a partida por mais 22 minutos até o reinício, que veio debaixo de dilúvio no estádio tricolor.

E, quando voltou, o confronto mostrou um São Paulo superior ofensivamente nas investidas iniciais. O time tricolor criava pelas beiradas e esbarrava em um Santos recuado, apostando nos contra-ataques.

Na primeira jogada do ataque alvinegro, contudo, o placar foi aberto no Morumbi, para desespero do técnico Doriva. Gabriel recebeu ótimo passe de Daniel Guedes atrás do zagueiro, invadiu a área e tocou rasteiro, cruzado, na saída de Rogério Ceni.

O time da casa sentiu o gol e só conseguiu responder onze minutos depois, aos 26, justamente com o gol de empate. Michel Bastos cruzou da meia direita com perfeição para Alexandre Pato, que dominou a bola no peito com categoria e tocou de bico, no canto esquerdo de Vanderlei.

O São Paulo seguiu melhor e por pouco não virou o marcador. Primeiro, tentou em chute de fora da área com Pato. Em seguida, Luis Fabiano cabeceou por cima. E, por último, Ganso desperdiçou a melhor chance da partida, ao dominar perto da pequena área e chutar para fora.

Os clubes voltaram para o intervalo com menos chuva, mas o São Paulo sofreu um verdadeiro apagão e levou o segundo gol com menos de um minuto da etapa complementar.

Depois de cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, Renato ajeitou de cabeça para Ricardo Oliveira, que girou e finalizou rasteiro, no canto esquerdo de Rogério Ceni.

Três minutos depois, Lucas Lima levantou a bola do bico da área para Marquinhos Gabriel. O meia-atacante subiu e cabeceou para o fundo da rede de Ceni, com a defesa tricolor totalmente perdida no lance. O terceiro tento do Santos criou um silêncio nas arquibancadas do Morumbi.

A partir daí, o São Paulo foi para o tudo ou nada.

Após cobrança de falta, Luis Fabiano desviou de cabeça para o gol do Santos, mas em condição irregular na visão do árbitro assistente. Ainda levou amarelo por reclamação pelo gol anulado.

Depois, Bruno fez bom cruzamento para o meio da área. Alan Kardec pegou de primeira e chutou acima do travessão. O mesmo Kardec deixou Luis Fabiano à frente de Vanderlei na sequência, mas o camisa 9 não alcançou.

Desanimada, a torcida tricolor começou a deixar o Morumbi antes mesmo do apito final. Foi a deixa para o Santos tocar a bola e comemorar uma vantagem expressiva na briga por uma vaga na decisão da Copa do Brasil.

Fonte - espn

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.