News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 27 de Fevereiro de 2021

CONSELHOS DE QUEM NÃO TEM COMPROMISSO COM O POVO

Quem serão os secretários e assessores, inclusive gente do primeiro escalão, que estão tentando boicotar as ações determinadas pelo governador Confúcio Moura?
Terça-Feira, 06 de Outubro de 2015 - 08:13

Não foi uma surpresa. A crise era anunciada, desde que a Prefeitura de Porto Velho declarou guerra às empresas de ônibus da Capital e decidiu, unilateralmente,romper o contrato com elas. A partir dali, houve uma sucessão de erros, alguns apoiados pelo Judiciário, que desembocou na greve dos motoristas e cobradores que deixou o sofrido porto velhense perdido nas paradas, por onde os ônibus não passaram, na segunda-feira de trabalho. A intenção do prefeito Mauro Nazif de mudar a estrutura do transporte coletivo não se pode contestar, porque ele é o comandante e foi eleito para decidir. Mas o que se contesta é a forma como as coisas foram feitas. Primeiro, jogar toda a culpa pela má qualidade dos serviços nas duas empresas, que há muitos anos prestam serviços à coletividade, ignorando as falhas no contrato e os quesitos que a administração jamais cumpriu. Depois, por fazer uma concorrência a mil por hora, como se isso fosse salvar o Planeta, permitindo que uma empresa sem estrutura alguma e já conhecida em outras regiões por seus fracassos, fosse a vencedora. Por  fim (e talvez o pior de tudo): fez tudo isso sem levar em conta a situação dos mais de 1.200 funcionário das empresas, que correm o risco de ficar desempregados.

Ainda há tempo para a volta do bom senso, que é o que todos os porto velhenses esperam. Experiente e homem público sempre sensível às necessidades da população, Mauro Nazif tem a faca e o queijo na mão, para acabar com a crise. Basta chamar as atuais empresas, negociar com elas, manter os contratos até fazer uma nova e definitiva concorrência e pronto. Nada prejudicará o serviço para a população da Capital. Nazif sabe o que fazer. Se não o fizer, é porque está ouvindo conselhos de quem, ao contrário dele, não têm compromissos com a coletividade.

PREÇOS ALTOS E CARONA

Alguns (felizmente não todos) mototaxistas da Capital, aproveitaram a greve para arrancar os dois olhos dos seus passageiros. Eles cobravam até 15 reais por alguns poucos quilômetros, deixando desesperados os pobres sem ônibus. Vans e carros particulares ilegais, também faziam o transporte, cobrando cada um a seu bel prazer. Quem tinha dinheiro pegava, quem não tinha ia  pé. O prefeito Mauro Nazif emitiu nota sugerindo que o porto velhense andasse de carona, inclusive dando o nome de “Transporte Solidário”  à carona entre conhecidos. A Prefeitura também acionou o Ministério Público para que grande parte da frota circule.

BANDIDO MORTO

Também não surpreendeu os números de uma pesquisa nacional, feita pelo  DataFolha, apontando que metade dos brasileiros acha que “bandido bom é bandido morto”. Enquanto as autoridades discursam e criam leis pífias em defesa das pessoas de bem e os direitos humanos dos bandidos se tornam questão central na área da segurança, a população não aguenta mais tanta demagogia, incompetência e inversão de valores. O resultado não poderia ser outro: metade dos entrevistados querem é os criminosos mortos. Não acreditam que eles, presos, cumprirão suas penas e nem que a Justiça será feita. As vítimas não aguentam mais!

POR QUE NÃO DEMITE?

E essa de Confúcio Moura queixar-se, em seu blog, que seu governo está sendo boicotado por gente do primeiro escalão?  Confúcio escreveu que há assessores querendo aumento de gastos e não os cortes, como ele mesmo, comandante em chefe, determinou. Uai! Ao invés de escrever no Blog, quase como se fosse um cidadão comum, denunciando algum complô, não seria mais fácil o Governador pegar uma caneta e demitir todos os que não rezam pela cartilha que ele mesmo escreveu? Ou será que Confúcio foi contra um princípio básico do poder: nunca nomeie alguém que você, como chefe, não possa demitir?

CPA VAI BALANÇOU?

Nesta segunda, aliás, há quem diga que pelo menos um dos prédios do Complexo Rio Madeira/CPA tremeu, no sentido figurado, é claro, numa reunião de Confúcio com todo o secretariado e inclusive dirigentes de estatais. Diz-se que o pau cantou. O Governador teria sido curto e grosso: quem não cumprir rigorosamente suas determinações em termos de economia e não se submeter às exigências da SUGESPE, que cumpre as ordens dele, Confúcio, estará fora. Será verdade? Fala-se que já haveria secretários com a carta de demissão pronta, antes de ser jogado pela janela, ou seja , defenestrado!

PRIMEIRO NOME

“Habemus Nome!” O PTB foi o primeiro partido a oficializar uma pré candidatura para disputar as eleições municipais do no que vem. O jovem deputado Léo Moraes, que tem a política no sangue (é filho do ex deputado e ex secretário de segurança, Paulo Moraes e da ex presidente da Câmara Municipal, Sandra Moraes), está pronto para  disputa. O nome dele foi confirmado durante encontro do partido nesta última sexta, com a presença de nomes importantes do comando nacional. Agora só faltam os prazos definitivos para as convenções, para que Léo seja então lançado oficialmente.

PERGUNTINHA

Quem serão os secretários e assessores, inclusive gente do primeiro escalão, que estão tentando boicotar as ações determinadas pelo governador Confúcio Moura?

Fonte - Sérgio Pires - Opinião de Primeira

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.