News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 28 de Fevereiro de 2021

ASSOMBROSO: SERVIDOR MORTO CONSTA COMO FORNECEDOR DO ESTADO DE RONDÔNIA

Segundo informações da família "estão tentando colocar Moisés como laranja nos esquemas de desvios de mercadorias do almoxarifado da SEDUC"
Terça-Feira, 29 de Setembro de 2015 - 14:44

Informações assustadoras confirmam que o servidor público Moisés Rodrigues Lima teve o seu nome incluído como fornecedor de produtos ou serviços ao Estado de Rondônia, segundo a página do “Portal da Transparência do Estado de Rondônia”.

O que mais causa estranheza é o fato de que o funcionário público Moisés fora assassinado em uma viagem ao distrito de Nazaré, no baixo rio Madeira, morte esta ocorrida entre os dias 14 e 15 de janeiro de 2013, com base nas contradições de fatos e relatos testemunhais, e também de acordo com alguns familiares que não se acovardaram e se empenharam em buscar vestígios e dados (que estão inseridos no Inquérito que apura os fatos) ao fazerem e refazerem buscas e levantamentos ao longo de todo o trajeto do ponto inicial ao ponto final, e vice-versa.

Ainda segundo familiares e amigos que percorreram as localidades ribeirinhas e também angariaram informações em Porto Velho e repassaram à Polícia e ao Ministério Público, estranhamente a morte de Moisés ocorreu antes das denúncias de desvios milionários de bens materiais do almoxarifado da SEDUC, ou seja, os furtos desses objetos certamente motivaram a morte de Moisés.

A própria genitora do servidor falecido peregrinou até a JUCER, SUPEL, a CGE e a SEFIN; mas não obteve informações ou respostas concretas sobre o fato de o nome do seu filho estar constando como fornecedor de mercadorias ou serviços ao Estado. Na SEFIN, um funcionário lhe disse que o nome de Moisés poderia estar sendo usado como “laranja” de esquemas fraudulentos.

Alguns familiares ficaram indignados com esta situação, a qual gerou o registro de um BO na delegacia de Polícia. Os parentes da vítima acreditam que desde o início dos acontecimentos têm colaborado com as autoridades, tanto para que se esclareça a morte do funcionário público Moisés como a roubalheira de materiais do almoxarifado da SEDUC, doa a quem doer.

Fonte - Orlandino Silva

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.