News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Sabado, 27 de Fevereiro de 2021

EMATER-RO FIRMA COOPERAÇÃO COM PROGRAMA CAFÉ SUSTENTÁVEL

A Semana Internacional do Café reuniu cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores de todas as partes do mundo país para conhecer e trocar experiências nas áreas de mercado e consumo, conhecimento e inovação e negócios e empreendimentos
Segunda-Feira, 28 de Setembro de 2015 - 11:53

Ponto alto da Semana Internacional do Café (SIC), realizada no período de 24 a 25 de setembro, em Belo Horizonte-MG, a Carta de Cooperação dos Serviços de Extensão do Brasil com o Programa Café Sustentável do IDH foi assinada pelos representantes dos serviços de Ater dos cinco maiores produtores de café do Brasil. Quinto colocado no ranking nacional, com produção de 1,7 milhões de saca, e 2.º maior produtor de café conillon do país, Rondônia ganhou destaque no evento. A assinatura da Carta garantirá ao estado de Rondônia nortear ações para melhoria da sustentabilidade da cafeicultura.

A Semana Internacional do Café reuniu cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores de todas as partes do mundo país para conhecer e trocar experiências nas áreas de mercado e consumo, conhecimento e inovação e negócios e empreendimentos. “Além de podermos apresentar o café de Rondônia para o mercado do país, o evento é uma oportunidade para que a qualidade do café brasileiro seja conhecida mundialmente e oportunidade para comercialização no mercado internacional”, diz Janderson Dalazen, gerente técnico da Emater-RO que representou a instituição na assinatura da carta de cooperação.

Mais que uma simples assinatura, a Carta de Cooperação traz em seu bojo a formalização de uma parceria já existente no intuito de intensificar os projetos voltados à promoção da sustentabilidade trabalhados com os pequenos e médios produtores de café. O documento foi assinado pelas cinco instituições de assistência técnica e extensão rural cujo estado se destaca na produção de café. São elas: Emater-MG, Incaper (ES), Cati (SP), Emater-PR e Emater-RO.

A sustentabilidade é um conceito mundial e deve ser trabalhada por quem está interessado em colocar o seu produto no mercado internacional. “O principal norteador é a certificação do café”, explica Janderson. O tema foi debatido recentemente no estado de Rondônia, quando do lançamento do Programa Café Sustentável, cujo objetivo visa aumentar o uso de práticas sustentáveis na produção e melhorar o nível de vida dos cafeicultores.

Durante a sua participação no evento, o gerente técnico da Emater-RO teve a oportunidade de se reunir com duas empresas certificadoras de café internacionalmente reconhecidas: 4C Association e UTZ Certified.  “Tivemos a oportunidade de entender todo o processo de certificação e vamos trazê-lo para Rondônia, explica. Ressaltando que o agricultor que obtiver o certificado 4C, por exemplo, conseguirá levar seu produto para vários mercados em todo o mundo.

Café de Rondônia

A produção de café em Rondônia conta com grande incentivo por parte do governo estadual e, do ano passado para cá sua produção saltou cerca de 20 por cento. Hoje, com uma produção de 1,7 milhões de sacas, ocupa o quinto lugar no ranking nacional e é o segundo colocado na produção de café conillon, perdendo apenas para o Espírito Santo.

Com o lançamento do programa Café Sustentável no estado, em julho deste ano, a Emater-RO iniciou as ações de implantação do Currículo de Sustentabilidade do café para os cafeicultores rondonienses. Segundo Janderson, a idéia é capacitar os técnicos para que eles possam capacitar os produtores de café. “Dois treinamentos capacitaram 70 extensionistas e estes já estão repassando o que aprenderam para os agricultores”.

Inicialmente serão trabalhadas as 600 famílias cadastradas pela Emater, através da chamada pública do café - ação essa realizada pelo contrato firmado com o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Posteriormente as orientações serão repassadas as 11 mil famílias assistidas pela Emater-RO. “Queremos que todos tenham a oportunidade de conhecer e adotar as ações do programa e, com isso, promover a melhoria da cadeia produtiva do café no estado.”

Fonte - assessoria

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.