News Rondonia - Noticias de Rondonia, Brasil e o Mundo
Domingo, 07 de Março de 2021

DOENÇA DO BEIJO SALGADO: DIARREIA E TOSSE CRÔNICA PODEM SER SINAIS DE FIBROSE CÍSTICA

O rastreamento é feito pelo teste do pezinho, que se confirma com os exames do suor ou genéticos.
Sabado, 26 de Setembro de 2015 - 09:01

O diagnóstico precoce e a adesão contínua ao tratamento são as formas mais eficazes de ampliação da expectativa de vida desses pacientes. Hoje, no Brasil, existem mais de 4.000 pessoas com fibrose cística.

A fibrose cística atinge um a cada 10 mil nascidos atualmente, no Brasil.  Também chamada de doença do Beijo Salgado — devido o suor mais salgado na pele das pessoas com a doença, a patologia tem como principais sintomas a pneumonia de repetição, tosse crônica, dificuldade para ganhar peso e estatura, diarreia e pólipos nasais. Sua principal complicação é a insuficiência respiratória, fato preponderante para morte precoce.

Segundo Verônica Stasiak, diagnosticada com fibrose cística e presidente do Instituto Unidos Pela Vida, o problema está no desconhecimento da doença, que dificulta o diagnóstico precoce e, consequentemente, retarda o início do tratamento adequado. O rastreamento é feito pelo teste do pezinho, que se confirma com os exames do suor ou genéticos.

— Quanto antes o paciente receber o diagnóstico, melhor será o tratamento e ele poderá ter um estilo de vida praticamente normal dentro dos seus limites. Outro desafio comum aos pacientes é a adesão ao tratamento, que envolve apoio familiar para manter o uso de medicamentos e o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, por toda a vida.

Esse grupo de especialistas é composto pelo médico pneumologista, fisioterapeuta, psicólogo, gastroenterologista e assistente social para manutenção adequada da nutrição, prevenção de complicações pulmonares e apoio psicológico, explica Verônica Stasiak.

Fonte - r7

Comentarios

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.